iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/10 - 14:36

Fluminense terá elenco mais barato em 2009

Além de não disputar a Libertadores, equipe não deve investir tanto, já que a situação econômica mundial é grave

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O ano de 2008 começou com o mercado no futebol carioca aquecido. Na ocasião, de uma só tacada, o Fluminense contratou três atacantes de ponta para se reforçar: Dodô, do Botafogo; Leandro Amaral, do Vasco; e Washington, que estava no futebol japonês.

Além deles, foram contratados ainda outros nomes de impacto, como o meia Darío Conca, que também defendia o Vasco.

Os investimentos se justificavam, porque o time estava prestes a disputar a Copa Libertadores, competição da qual seria vice-campeão meses depois. Além disso, o clube conseguiu manter nomes cobiçados pelo mercado europeu, como o zagueiro Thiago Silva e o meia Thiago Neves. Foi um primeiro semestre dos mais estrelados para os torcedores tricolores.

O torcedor, porém, deve se acostumar com outra realidade para 2009, quando os investimentos serão bem reduzidos. Para fazer grandes contratações, o clube sempre contou com o apoio de sua principal patrocinadora, a Unimed. Mas o presidente do plano de saúde, o empresário Celso Barros, torcedor do Fluminense, alertou para essa nova realidade.

“Penso que não teremos como investir para 2009 como fizemos esse ano, porque a situação econômica mundial é grave e todos terão que conviver com um volume menor de recursos. Acredito que essa será uma realidade não só do Fluminense, mas do mundo todo”, disse Celso Barros, em entrevista à rádio Brasil. “Mas menos recursos não significam um elenco enfraquecido”, alertou.

A situação do Fluminense se torna ainda pior porque o clube, ao contrário deste ano, não vai disputar a Copa Libertadores, o que o torna uma vitrine menos interessante do que os participantes da competição sul-americana. Além disso, o Tricolor ainda não afastou matematicamente o risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Uma queda para a Série B tornaria a situação ainda mais caótica.

Apesar disso o planejamento para 2009 já estaria sendo feito. “Penso que a direção do Fluminense já esteja trabalhando pensando na próxima temporada, embora o planejamento seja sempre um pouco prejudicado quando fica essa angústia sobre a permanência na elite do futebol nacional”, disse Celso Barros.

Outra incógnita é o treinador. René Simões assinou contrato somente até o fim deste ano. “O René tem contrato até o fim do ano, pois foi o contrato que ele quis fazer e que nos aceitamos pela situação que a gente se encontrava. Vamos aguardar o fim do ano para esperarmos o posicionamento dele, pois ele tem o direito de definir o futuro. Mas da nossa parte consideramos que o trabalho dele está sendo muito bem feito. Mas a direção do Fluminense quem responde por isso”, completou o empresário.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo