iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/10 - 09:01

Ballack e técnico da seleção alemã selaram a paz, diz jornal
Reunião de crise foi convocada depois que Ballack fez duras críticas contra os métodos de Löw na seleção

 

EFE

BERLIM (Alemanha) - O meia Michael Ballack e o técnico da seleção alemã, Joachim Löw, chegaram a um "acordo de paz" na reunião de crise desta quinta-feira, afirmou o jornal "Bild", de modo que o capitão continuará na equipe da Alemanha.

O técnico e o jogador se reuniram durante cerca de duas horas e teriam limado suas diferenças, afirma o "Bild", que publica fotos de Ballack chegando ao encontro e indo novamento embora, de avião, para a Inglaterra.

Há dias, a imprensa alemã fala de uma expulsão de Ballack, que viria depois da do atacante Kevin Kuranyi, a quem Löw tirou da seleção por abandonar o estádio durante uma partida.

A reunião de crise foi convocada depois que Ballack fez duras críticas contra os métodos de Löw e que este exigisse desculpas do jogador, além de uma reunião frente a frente.

Até agora, não se sabe os resultados da reunião, e espera-se que seja divulgado hoje um comunicado do técnico.

A imprensa alemã afirmava ontem que Ballack renunciaria ao posto de capitão, como solução de compromisso para que possa continuar na seleção até a Copa do Mundo de 2010, apesar da indisciplina cometida.

Com isso, se salvariam tanto Ballack quanto Löw, sem chegar à solução extrema da expulsão. Segundo a imprensa, o sucessor do meia como capitão será Philipp Lahm.

Ballack criticou abertamente os métodos de Löw em recente entrevista, o que provocou a reação do técnico, que exigiu desculpas.

O meio-campo, de baixa no Chelsea devido a uma lesão, pediu desculpas em comunicado, mas até ontem não havia acontecido a reunião com o técnico.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Acordo de paz
Ballack deve deixar posto de capitão, mas continua defendendo seleção alemã após conversa

Topo