iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/10 - 10:55

Kewell, do Galatasaray, sofre de hepatite, mas continuará atuando
Meia-atacante tem tipo auto-imune da doença, que não o impedirá de jogar; doença não é contagiosa

Trivela.com


ISTAMBUL (Turquia) - Bernie Mandic, agente de Harry Kewell, revelou nesta quinta-feira que o meia-atacante do Galatasaray sofre de hepatite auto-imune há alguns anos. Apesar do problema, o jogador australiano continuará sua carreira sem correr riscos.

De acordo com a imprensa turca, Kewell, de 30 anos, precisa tomar uma dose diária de prednisona (um tipo de esteróide) para se tratar. Tanto a Fifa como a federação australiana, Leeds, Liverpool (antigos clubes dele) e o Galatasaray tinham conhecimento da situação.

Mandic ressaltou que a doença de Kewell não é contagiosa e, por isso, seus companheiros de equipe não correm riscos. “Quando se ouve falar em hepatite, todos tiram conclusões apressadas. É como asma, diabetes ou uma outra doença. Convive-se com ela. Ele poderá jogar em alto nível por mais alguns anos”, disse, em entrevista ao diário australiano Sydney Morning Herald.

 


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

Doença controlada
Jogador revelou que sofre de hepatite auto-imune já alguns anos, mas não corre riscos

Topo