iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/10 - 00:04

Jogadores do Náutico saem satisfeitos após empate nos acréscimos

"O jogo termina depois do apito final e, independente do resultado, temos que lutar até o fim, e foi isso que fizemos"

Gazeta Esportiva

Apesar do resultado de 1 a 1 entre Internacional e Náutico ter colocado o Timbu na zona do rebaixamento, os jogadores do time nordestino exaltaram a garra da equipe, que conseguiu empatar o confronto já nos acréscimos do segundo tempo.

“Pelo jeito que foi o empate, saímos fortalecidos”, analisou Adriano. Para o atleta, o Náutico ainda pode escapar da Série B de 2009. “Temos força para buscar algo mais no campeonato”, garantiu.

Já o zagueiro Vagner, autor do gol de empate, que teve sua atuação comprometida por uma pancada na cabeça, ressaltou a luta do Timbu, apontando seu esforço pessoal de se manter em campo, pois o treinador Roberto Fernandes não tinha à disposição mais nenhum defensor no banco de reservas.

“Depois da pancada eu fiquei meio grogue, senti uma dor de dente, um lado ficou dormente. Mas como não tinha outro zagueiro no banco eu tomei a decisão de ficar em campo”, vangloriou-se.

Gilmar também comemorou o espírito de equipe do Náutico e elogiou a raça pernambucana, que garantiu ao menos um ponto na volta para o Recife. “Valeu a união entre os jogadores. O jogo termina depois do apito final e, independente do resultado, temos que lutar até o fim, e foi isso que fizemos”, encerrou.


Leia mais sobre: Náutico Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias