iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/10 - 09:15

Embalado, Santos põe a prova sua boa fase contra o Sport

Sem Fabiano Eller, Bida, Cuevas, Roberto Brum e Rodrigo Souto, Santos tenta ultrapassar Sport na classificação

Gazeta Esportiva

RECIFE - Embalado após derrotar Botafogo fora de casa e Figueirense na Vila Belmiro, o Santos põe sua boa fase a prova nesta quinta-feira, quando enfrenta o Sport na Ilha do Retiro. O confronto é válido pela 32° rodada do Campeonato Brasileiro, começa às 20h30 (horário de Brasília) e é fundamental para que o Sport encerre o ano com uma seqüência positiva de resultados.

Mesmo com o bom momento e o conseqüente afastamento da zona do rebaixamento (o Peixe ocupa a 12° posição, com 39 pontos), a tarefa dos santistas não será nada fácil. Pela frente, estará o atual campeão da Copa do Brasil, que já tem vaga garantida na próxima Copa Libertadores da América e que, mesmo assim, tem dois pontos a mais que o Alvinegro Praiano na classificação. O Sport é o 11° colocado do torneio, com 41 pontos ganhos.

Para este jogo, o Santos não poderá contar com cinco jogadores importantes dentro do esquema tático do técnico Márcio Fernandes: Fabiano Eller, Bida, Nelson Cuevas, Roberto Brum e Rodrigo Souto. Os dois primeiros cumprem suspensão, sendo que Eller paga a sua última das três partidas de pena imposta pelo STJD. Já o atacante paraguaio fica de fora devido a uma contusão na coxa, sofrida no triunfo diante do Botafogo. Róbson deve formar a dupla de ataque com Kléber Pereira. Lima é a opção.
Além dos três, o Peixe também perdeu seus dois volantes titulares nesta terça-feira, quando Roberto Brum e Rodrigo Souto reclamaram de problemas musculares no último treino antes da viagem para Pernambuco. Com poucas opções no elenco, Márcio Fernandes deve apostar nas entradas do volante Adriano e do meia Michael para as vagas.

Com todos esses problemas e reconhecendo a força do adversário quanto atua em seu estádio, o comandante santista reconhece que o seu time terá grandes dificuldades em vencer este confronto. “Vi três jogos lá (Ilha do Retiro), e é muito difícil. Eles têm uma equipe muito bem treinada e uma condição dentro de casa excelente. Além disso, o Sport tem jogadores que podem decidir a partida. Vamos ter dificuldades para sair de lá com uma vitória”, analisou Márcio Fernandes.

Wendel, que volta a lateral-direita depois de cumprir suspensão automática pelo terceiro amarelo no triunfo diante do Figueirense, pede a atenção total de todos os companheiros para que o Peixe conquiste o seu terceiro triunfo fora de casa neste Brasileirão. Durante o jogo, o atleta pode ir para o meio-campo, com Pará (substituto de Bida) fazendo a ala.

“No Recife, a torcida incentiva muito, joga ao lado do time. Precisamos entrar concentrados para conseguir somar pontos, pois ainda faltam sete partidas, e só podemos relaxar quando não houver mais nenhuma chance de rebaixamento”, comentou Wendel, lembrando que o Santos ainda não se garantiu matematicamente na Série A do campeonato em 2009. “Mas agora estamos mesmo preocupados mesmo em garantir nossa classificação para a Sul-americana”, acrescentou.

Do lado do Sport, o técnico Nelsinho Baptista estuda fazer modificações entre os titulares. Para este duelo, o Rubro-negro não terá o zagueiro César e o volante Sandro Goiano, ambos suspensos.
Além deles, o zagueiro Gabriel, que rompeu os ligamentos do joelho esquerdo, também é outra ausência certa para o confronto na Ilha do Retiro. Contando apenas com mais três zagueiros no elenco (Igor, Durval e o jovem Elias), o treinador do Leão deve deixar de lado o esquema com três defensores (3-5-2) e escalar a sua equipe no 4-4-2.

Apesar de todos esses desfalques e sem saber se vai poder contar com o lateral-esquerdo Dutra e com o volante Moacir, ambos entregues ao departamento médico, os pernambucanos apostam as suas fichas na volta de seu artilheiro. Depois de cumprir suspensão automática por ter sido expulso no clássico com o Náutico, 2 a 2, Roger retorna ao time com a missão de balançar as redes rivais. Até agora, o camisa nove do Sport já marcou 10 vezes na competição.

Com o retorno de seu goleador e apostando no bom retrospecto dentro de casa, o Sport espera quebrar o jejum de seis jogos sem vitórias. “Vamos fazer dessa partida uma decisão. Estamos numa fase complicada e temos que vencer o Santos para que a nossa confiança volte”, destacou o volante Andrade. “Só estamos pensando em ganhar, por isso estou confiante que voltaremos a dar alegrias a nossa torcida”, concluiu Roger.

FICHA TÉCNICA
SPORT X SANTOS

Local: Estádio Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 30 de outubro de 2008, quinta-feira
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN) e José Franco Filho (RS)

SPORT: Magrão; Sidny, Igor, Durval e Dutra (Márcio Goiano); Andrade (Moacir), Júnior Maranhão, Fábio Gomes e Fumagalli; Carlinhos Bala e Roger
Técnico: Nelsinho Baptista

SANTOS: Fábio Costa; Wendel (Pará), Domingos, Adaílton e Kléber; Adriano, Michael, Pará (Wendel) e Molina; Róbson (Lima) e Kléber Pereira
Técnico: Márcio Fernandes


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias