iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/10 - 23:54

São Paulo vence Botafogo e cola no Grêmio
Mesmo com a igualdade de pontos, o time de Muricy segue em 2º lugar, já que possui uma vitória a menos que os gaúchos

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O São Paulo cumpriu seu objetivo na noite desta quarta-feira e colou na liderança do Campeonato Brasileiro. Em jogo tenso e cheio de erros defensivos no Engenhão, o Tricolor venceu o Botafogo por 2 a 1 e chegou aos 59 pontos, mesmo número do líder Grêmio, que perdeu para o Cruzeiro.

Mesmo com a igualdade de pontos, o time de Muricy Ramalho segue em segundo lugar, já que possui uma vitória a menos que os gaúchos. Já o Botafogo deu adeus ao sonho de chegar à Copa Libertadores, pois permanece estagnado com 49 pontos.

Todos os gols da partida saíram em conseqüência de erros defensivos, no segundo tempo. O São Paulo abriu o placar com Jean, aproveitando falha do goleiro Renan. O Botafogo, por sua vez, igualou a contagem com Wellington Paulista, em vacilo de Miranda.

No entanto, em novo erro de saída de bola dos donos da casa, Hernanes anotou o segundo tento dos visitantes. Pouco depois, o árbitro ainda anulou gol de Fábio, o que revoltou os jogadores do Botafogo.

Assista aos gols

O jogo: O São Paulo pisou pela primeira vez no gramado do Engenhão na noite desta quarta-feira e não se mostrou intimidado em sua estréia no local. O Botafogo deu o cartão de visita no primeiro lance da partida, quando André Luis subiu sozinho após cobrança de escanteio, mas cabeceou por cima do travessão.

Do outro lado, o São Paulo se mostrou tranqüilo para tocar a bola e, principalmente, arriscar chutes de longe. Hernanes foi o primeiro a bater de fora da área, mas a bola chegou fraco às mãos de Renan. Instantes depois, o meio-campista mandou para a área e Hugo apareceu atrás da zaga, mas finalizou para fora.

E as jogadas do Tricolor continuaram passando pelos pés de Hernanes, que voltou a arriscar de longe para dar trabalho ao arqueiro botafoguense. No lance seguinte, Rogério Ceni teve oportunidade em cobrança de falta e apenas carimbou a barreira. Sem um homem específico de criação, o Botafogo se mostrou tímido em campo e deu liberdade para o São Paulo se sentir em casa.

Assim, o time de Muricy Ramalho continuou testando o jovem goleiro Renan. Jorge Wagner finalizou de fora da área e o goleiro se esticou para espalmar, salvando o Botafogo. Aos poucos, o time da casa conseguiu acertar sua defesa e diminuir os espaços dos visitantes.

Desta forma, a equipe de Ney Franco passou a se arriscar mais na frente e chegou a ameaçar em jogada aérea, que André Luis completou cabeceando por cima. Pouco depois, o sistema ofensivo da equipe local trocou passes e a bola chegou para Jorge Henrique, que foi travado no momento em que dominou na área.

As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo, e o Botafogo tentou concentrar as jogadas em seu sistema ofensivo. No entanto, na primeira descida do Tricolor, Hugo recebeu atrás da zaga e chutou por cima do gol. Sem conseguir mostrar criatividade para chegar com perigo à meta de Rogério Ceni, Ney Franco fez duas alterações no Botafogo.

O treinador sacou Edson e Zé Carlos para as entradas de Luciano Almeida e Fábio. No entanto, as mudanças tiveram tempo para surtir efeito, já que o São Paulo aproveitou falha feia do Botafogo para abrir o placar. Aos 16 minutos, o goleiro Renan tentou fazer a reposição rápida de bola e mandou de presente nos pés de Jean, que deu um toque com categoria para encobrir o arqueiro botafoguense.

Depois do gol, Muricy Ramalho ainda promoveu alteração no ataque para manter o fôlego. Borges deixou o campo para a entrada do ex-botafoguense André Lima. Já Ney Franco abriu seu time, sacando Túlio para a entrada de Lucas. O time local, então, aproveitou falha do sistema defensivo do São Paulo para igualar o placar.

Aos 23 minutos, Fábio invadiu a área e dividiu com Rogério Ceni. O rebote ficou nos pés de Miranda, que cochilou e não percebeu Wellington Paulista chegar para mandar para as redes. Na jogada seguinte, o time carioca quase virou o jogo. André Luis bateu falta de longe e deu trabalho ao goleiro Rogério Ceni.

A noite não era mesmo das defesas, e em um novo erro da saída de bola do Botafogo, o Tricolor pulou mais uma vez na frente no placar. Aos 28 minutos, Dagoberto passou na área para Hernanes, que limpou a defesa e chutou forte para estufar as redes. Dois minutos depois, um lance gerou muita polêmica no Engenhão.

Fábio chutou forte da entrada da área, a bola passou ao lado de Wellington Paulista e entrou no gol. O assistente anotou impedimento do atacante, o que revoltou os jogadores do Botafogo. Depois do gol anulado, o clima esquentou e o jogo passou a ter muitas reclamações. Muricy, então, tirou Dagoberto para fechar o Tricolor com o jovem Bruno e, apesar da pressão dos donos da casa, segurou o placar até o fim.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 x 2 SÃO PAULO
(Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 29 de outubro de 2008 (Quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Renato Vieira (DF)
Cartões amarelos: Diguinho e Alessandro (Botafogo); Hugo e Rodrigo (São Paulo)
GOLS: BOTAFOGO: Wellington Paulista, aos 23 minutos do segundo tempo
SÃO PAULO: Jean, aos 16, e Hernanes, aos 28 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Renan; Renato Silva, André Luis e Edson (Luciano Almeida); Alessandro, Leandro Guerreiro, Túlio (Lucas), Diguinho e Zé Carlos (Fábio); Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Ney Franco

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rodrigo, André Dias e Miranda; Jancarlos, Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Dagoberto (Bruno) e Borges (André Lima)
Técnico: Muricy Ramalho


Leia mais sobre: São Paulo Botafogo Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

são paulo botafogo

Tricolor se iguala ao líder
Hernanes fez um golaço e garantiu a vitória do São Paulo sobre o Botafogo, no Engenhão

Topo
Contador de notícias