iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/10 - 22:29

No sufoco, Palmeiras bate Goiás e segue com sonho do título

Gol que recoloca o alviverde no G-4 foi marcado por Alex Mineiro, aos 28 do 1º tempo; assista no fim do texto!

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Foi apertado, mas, dentro de campo, o Palmeiras atenua os problemas encontrados no período pós-derrota para o Fluminense. A vitória desta quarta-feira diante do Goiás por 1 a 0 marca a reabilitação após quatro partidas e ainda mantém a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo viva na disputa do título do Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras ficou longe de apresentar seu melhor futebol. O gol da vitória foi marcado ainda no primeiro tempo, com Alex Mineiro, de pênalti. Além disso, na etapa complementar, o goleiro Marcos teve participação decisiva, com duas defesas espetaculares que garantiram os três pontos.

O resultado leva o campeão paulista a 58 pontos. Agora, o Palmeiras espera o encerramento da rodada para esperar sua posição na classificação. O Goiás fica com 45 pontos e, na seqüência da competição, briga apenas pela vaga na Sul-americana.

Na próxima rodada, o Palmeiras terá pela frente um clássico: joga no domingo, às 17 horas, diante do Santos, na Vila Belmiro. No mesmo dia e horário, o Goiás vai enfrentar mais um postulante ao título, o Cruzeiro, no Serra Dourada.

O jogo
Com a necessidade da vitória para continuar na luta pelo título, o Palmeiras tomou uma postura ofensiva nos instantes iniciais. Os meias de armação escalados por Luxemburgo - Evandro e Diego Souza - realizavam intensa movimentação para confundir a marcação adversária.

Porém, o Palmeiras encontrava dificuldades para furar a retranca de um rival que contava com três zagueiros e seis meio-campistas. Só Iarley ficava no ataque do time goiano. Assim, a primeira chance paulista veio em uma falha da zaga adversária. Diego Souza recebeu de Alex Mineiro e, desajeitado, chutou totalmente errado.

Aos 28 minutos, uma infantilidade da zaga do Goiás permitiu o gol do Palmeiras, em um momento que a torcida começava a se mostrar impaciente. Júlio César cometeu pênalti desnecessário em Kléber após levantamento de Leandro da esquerda. Com tranqüilidade, Alex Mineiro cobrou no canto esquerdo de Harlei e curiosamente comemorou de forma tímida.

Susto
Mesmo sem alterar o esquema, o Goiás buscou mais o ataque no começo do segundo tempo. Aos 12 minutos, um susto para os palmeirenses. Rafael Marques aproveitou cruzamento da esquerda e cabeceou com estilo. Atento, Marcos fez grande defesa no canto esquerdo.

Consciente do crescimento do adversário, a torcida do Palmeiras aumentou o apoio. A resposta do Goiás veio através de uma alteração ousada: o atacante Felipe entrou no lugar do lateral-esquerdo Thiago Feltri.

Imediatamente, o Goiás perdeu uma chance incrível para empatar. Aos 18 minutos, Iarley recebeu passe de Paulo Baier e, na cara do gol, arrematou para grande intervenção de Marcos. Preocupado, Luxemburgo colocou a velocidade de Denilson em campo no lugar de Alex Mineiro.

Na seqüência da partida, o treinador alviverde ainda colocou Sandro Silva e Maicosuel em campo. Com uma marcação avançada, o Palmeiras travou as investidas do Goiás e garantiu a vitória em casa.

Veja o gol que deu os três pontos ao Verdão:

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X GOIÁS
  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Parque Antártica, em São Paulo (SP)
Data: 29 de outubro de 2008, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Renda: R$ 371.625,00
Público: 13.999 pessoas
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Aparecido Donizetti Santana (PR)
Cartões amarelos: Jumar (Palmeiras); Rafael Marques, Fahel e Ramalho (Goiás)
Gols:
PALMEIRAS: Alex Mineiro, aos 28 minutos do primeiro tempo.

PALMEIRAS: Marcos; Fabinho Capixaba, Gustavo, Roque Júnior e Leandro; Jumar, Pierre, Diego Souza (Maicosuel) e Evandro (Sandro Silva); Kléber e Alex Mineiro (Denílson)
Técnico: Wanderley Luxemburgo

GOIÁS: Harlei; Vitor, Ernando, Henrique, Rafael Marques e Thiago Feltri (Felipe); Fahel (Anderson Gomes), Ramalho, Júlio César e Paulo Baier; Iarley.
Técnico: Hélio dos Anjos


Leia mais sobre: Palmeiras Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

palmeiras e goias

De volta à briga
Com o triunfo, o Palmeiras foi à 58 pontos, a apenas um do líder Grêmio

Topo
Contador de notícias