iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/10 - 19:29

Inter volta a ficar no 0 a 0 e Udinese e Napoli lideram sozinhas
O novo tropeço milanês aconteceu em Florença desta vez sem a presença de Adriano

Gazeta Esportiva

FLORENÇA (Itália) - Os planos de arrancar rumo ao tetracampeonato italiano da Inter de Milão têm esbarrado em sua ineficiência ofensiva. De nada bastaram as broncas do técnico José Mourinho após o empate sem gols com o Genoa em casa, no domingo, e a equipe repetiu o 0 a 0 nesta quarta-feira com o Fiorentina. Resultado que deixa Udinese e Napoli, vencedores do dia, sozinhos na ponta.

O novo tropeço milanês aconteceu em Florença desta vez sem a presença de Adriano. Cortado da partida por ter se atrasado no treino da véspera do duelo, o camisa 10 assistiu pela televisão à má exibição de Mancini e Ibrahimovic, que pouco criaram e ainda tiveram como oponente o goleiro Frey, em grande noite.

O time visitante só mostrou forças no ataque no segundo tempo. O morno combate dos primeiros 45 minutos teve emoção com a entrada de Quaresmo e Crespo. O argentino, no entanto, perdeu grande chance em seu primeiro lance. E a opção de colocar a escalação à frente quase causou uma derrota a Mourinho.

Cautelosa durante toda a partida, a Fiorentina, que não contava com Gilardino, suspenso por ter feito um gol de mão na última rodada, se aventurou na frente e deu sustos ao goleiro Júlio César nos últimos minutos. A sorte do camisa 1 da seleção brasileira, no entanto, é que a pontaria dos donos da casa não estava calibrada e o lamentado empate foi assegurado.

Destinos diferentes tiveram Udinese e Napoli. Os dois times se mantiveram como as surpresas da competição e chegaram a 20 pontos, dois acima da Inter, que caiu para o quarto lugar. Com tranqüilidade, a dupla continuou dividindo a ponta agora sem a pressão dos atuais tricampeões.

Em Nápoles, os donos da casa somaram mais três pontos ao vencer o lanterna Reggina por 3 a 0. Denis foi o herói napolitano, com gols aos sete e 16 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, o atacante argentino deixou mais um aos 18 minutos e fez a festa da torcida no estádio San Paolo.

Os aficionados por futebol em Udine também tiveram motivos para comemorar. O time da cidade visitou o Catania, que surpreendia ficando no pelotão da frente, e venceu por 2 a 0. Sanchez, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Quagliarella, aos 38 do segundo, selaram o triunfo alvinegro.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo