iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/10 - 15:01

Dirigente alviverde descarta notas frias no futebol

"Se houver qualquer análise do futebol, estamos prontos", disse Savério Orlandi, sobre as investigações

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Palmeiras é alvo de uma investigação do Ministério Público por um suposto esquema de emissão de notas frias entre os anos de 2001 e 2004 (gestão de Mustafá Contursi) e em 2006 (gestão de Afonso Della Monica). O clube já tem planos até de criar uma comissão interna para analisar o assunto.

Porém, segundo o diretor de futebol Savério Orlandi, a atual gestão do departamento de futebol sai ilesa de qualquer problema. O cartola garante que todos os gastos são controlados com extremo critério.

'Temos o controle absoluto de notas do futebol. Todas as despesas são assinadas por um diretor, seja eu, o Genaro Marino ou até o Gilberto Cipullo. Se houver qualquer análise do futebol, estamos prontos', avisou Savério Orlandi, em entrevista à Rádio Record.

Depoimentos de ex-funcionários do Palmeiras foram fundamental para a Promotoria do Ministério Público entender que as fraudes eram corriqueiras no Palestra Itália, com indícios até da utilização de empresas fantasmas.

'Entendo que toda investigação, ainda mais pelo Ministério Público, deve ser apurada tanto externamente como internamente', confirmou Savério Orlandi.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias