iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/10 - 18:30

Direção do Verdão rechaça pressão por título brasileiro
Mesmo com a fase instável do time, a direção do Palmeiras segue confiante em um bom resultado na competição nacional

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O apoio da Traffic recolocou o Palmeiras entre as principais forças do país. Com o maior investimento de 2008 entre os clubes brasileiros, o Verdão chegou a ser apontado como o grande favorito ao título nacional. O campeão paulista continua na briga pela taça, mas a queda na última rodada para o quinto lugar aumentou as cobranças sobre elenco, comissão técnica e até a diretoria.

Mesmo com a fase instável do time, a direção do Palmeiras segue confiante em um bom resultado na competição nacional. Com confrontos diretos contra Grêmio e Flamengo, o Verdão aposta que pode reverter o atual quadro da classificação.

'Não tem pressão. Nós fizemos um investimento, houve a conquista do Campeonato Paulista e ainda temos a possibilidade grande no Brasileiro. Confiamos na comissão técnica. As dificuldades são normais em um campeonato bastante equilibrado', analisou o diretor de futebol Savério Orlandi, em entrevista à Rádio Record.

A reação do Alviverde precisa começar nesta quarta-feira diante do Goiás. Sem vencer nas últimas quatro apresentações, o Palmeiras ainda administra os problemas internos dos últimos dias, com troca de farpas entre jogadores. O técnico Wanderley Luxemburgo garante que a polêmica foi resolvida em uma conversa no dia anterior na Academia de Futebol.

Savério Orlandi também acredita que o grupo do Palmeiras permanece unido. 'Não tememos um raçha de maneira nenhuma. Foram declarações no calor do acontecimento. A gente respeita o Marcos, ele certamente refletiu sobre o que falou. Hoje, o Palmeiras tem um elenco forte. O grupo está fechado, não há possibilidade de racha, está firme', afirmou o dirigente.


Leia mais sobre: Palmeiras Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo