iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/10 - 14:40

Oposição do Verdão comemora vitória sobre Della Monica
"Rejeitamos o continuísmo. Isso agride o conceito moderno que se apresenta no futebol", disse o conselheiro Ricardo Pisani

 

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O presidente do Palmeiras, Afonso Della Monica, viu frustrada sua intenção de permanecer no poder até novembro do ano que vem. A mudança na data da eleição acabou barrada na votação realizada pelo Conselho Deliberativo do Verdão na noite desta segunda-feira.

Portanto, o pleito segue confirmado para o mês de janeiro.

Para a proposta avançar, eram necessários 145 votos favoráveis. Porém, apenas 133 dos 246 conselheiros presentes deram o aval para a permanência de Della Monica. A oposição alviverde acredita que saiu fortalecida com o resultado.

“Entendemos que houve uma vitória do Conselho, do associado do Palmeiras. Não existe momento propício para prorrogar um mandato”, afirmou o conselheiro Ricardo Pisani, do grupo de oposição, em entrevista à Rádio Jovem Pan.“Rejeitamos o continuísmo. Isso agride o conceito moderno que se apresenta no futebol”, emendou.

Antes da eleição, a oposição já havia conquistado uma vitória nos bastidores. Através de uma liminar na Justiça, fez com que o pleito no Conselho Deliberativo fosse feito com voto fechado. Portanto, ficou claro que alguns integrantes da situação também votaram contra a permanência de Della Monica.

“Isso deixou os conselheiros mais tranqüilos para a votação. Com o voto aberto, haveria uma situação de desembaraço, já que cerca de 110 conselheiros são integrantes da atual diretoria do Palmeiras”, lembrou Pisani.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo