iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/10 - 20:45

No limite, Inter e Náutico duelam no Beira-Rio
Se os pernambucanos não baterem os colorados devem entrar na zona de rebaixamento

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - “Com a corda esticada”, “com a água batendo no teto”, “sem poder vacilar”, independentemente do jargão, Inter e Náutico estão no limite no Campeonato Brasileiro. Se os gaúchos não vencerem a partida diante do Timbu, nesta quarta-feira, no Beira-Rio, até mesmo o desgastado discurso dos dirigentes de que ainda há chance de jogar a Libertadores não resistirá.

Se os pernambucanos não baterem os colorados no confronto que começa às 20h30 (Brasília), o clube fatalmente terminará a 32ª rodada do Brasileirão na zona do rebaixamento.

Sétimo colocado com 47 pontos, oito atrás do Flamengo, que estaria com a última vaga para a competição continental, o Inter acredita que possa tirar a diferença vencendo os seus jogos e torcendo por tropeços dos rivais. Para poder manter suas pretensões vivas, o técnico Tite contará com o retorno de um jogador indispensável ao seu time: Guiñazu. A luxação no cotovelo esquerdo já é passado para o argentino, que atuará com uma proteção no local. Sua volta é considerada indispensável para que o time comece a render bem novamente.

“Estou pronto para mais esta decisão que teremos pela frente. É muito bom ter o Guiñazu de volta, ajudando o time. Já o apelidamos de 'El Loco', de tanto que ele corre”, brincou o zagueiro Índio.

Apesar de toda a qualidade do volante, talvez seu retorno não seja capaz de suprir todas as ausências da equipe. São quatro desfalques certos e ainda há a chance de perder o atacante Nilmar, o que deixaria o time com ataque reserva, já que Alex está suspenso. Uma das vagas será preenchida por Daniel Carvalho. Caso a outra fique aberta, Guto e Valter disputarão a posição.

A defesa tem o retorno de Índio recuperado de lesão. Porém, Ricardo Lopes e Gustavo Nery seguem de fora. Com isso, Ângelo e Marcão permanecem no time. Magrão, com problemas musculares, será poupado. Seus substituto deve ser Sandro, mas a utilização de Andrezinho é uma possibilidade.

O Náutico tenta salvar a sua pele no campeonato. O clube é o primeiro não rebaixado, mas possui o mesmo número de pontos da Portuguesa, que está na zona da degola. A situação é mais dramática ainda. Por coincidência do destino, os quatro últimos colocados enfrentam-se na rodada: a Lusa joga contra o Ipatinga e o Vasco recebe o Atlético-PR. Independentemente da combinação de resultados, caso perca, o Timbu ocupará a zona de descenso.

Para evitar o pior, o time terá os retornos do volante Ticão e do atacante Gilmar. Porém, nas mesmas posições o técnico Roberto Fernandes não contará com Hamilton e Felipe, lesionados. Na defesa Tite e no meio Derley não poderão atuar, pois são jogadores que pertencem ao Inter e no contrato está proibida suas participações em jogos contra o Colorado.

“Estamos vivendo um momento complicado em que não podemos mais perder. Não temos condições de perder mais nenhum jogo, pois estamos chegando ao final da competição e qualquer problema não teremos mais condições de recuperar. Temos que vencer de qualquer jeito”, disse Ticão.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X NÁUTICO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 29 de março de 2008, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Antônio Hora Filho (SE)
Assistentes: Ivaney Alves de Lima e Ailton Farias da Silva (ambos do SE)

INTERNACIONAL: Lauro; Ângelo, Índio, Bolívar e Marcão; Edinho, Sandro (Andrezinho), Guinazu e D’Alessandro; Daniel Carvalho e Nilmar (Guto);
Técnico: Tite

NÁUTICO: Eduardo; Ruy, Vagner, Everaldo e Alessandro; Ticão, Reynaldo, André Oliveira e William; Clodoaldo e Gilmar
Técnico: Roberto Fernandes


Leia mais sobre: Internacional Náutico



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo