iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/10 - 16:40

Feliz com seqüência, Molina quer corrigir ‘pontos fracos’

˝Acho que tudo mudou para mim quando enfrentamos o Atlético-PR e eu fiz um gol", disse o santista

Gazeta Esportiva

SANTOS - O meia Molina chegou ao Santos em fevereiro deste ano através de uma parceria do clube com o empresário Delcir Sonda. Na época, o técnico Emerson Leão se mostrou contrário à vinda do colombiano, o único que vingou dentre os estrangeiros trazidos pelo Peixe – Sebastián Pinto e Mariano Tripodí deixaram o clube, enquanto Quinõnez não vem sendo relacionado para os jogos -, mas que sofreu com altos e baixos durante toda a temporada.

Elogiado pela torcida por suas qualidade técnicas e sua garra, o camisa 10 sofreu com seguidas lesões, que o afastou diversas vezes dos gramados. A mudança na trajetória do jogador na Vila Belmiro começou em setembro, quando foi descoberto o real problema do meio-campista.

Com um desequilíbrio no quadril, Molina começou um tratamento de RPG (Reeducação Postural Global), que fez com que o atleta curasse definitivamente as seguidas lesões na coxa que vinha apresentando.

Além disso, a seqüência de partidas foi decisiva para que o seu futebol voltasse a crescer. ˝Acho que tudo mudou para mim quando enfrentamos o Atlético-PR e eu fiz um gol. Ali foi o começo, pois marcando gols e com ritmo de jogo, eu me sinto muito mais a vontade dentro de campo para ajudar o time a sair com as vitórias˝, comentou.

Mesmo vivendo uma nova fase, sem contusões, o colombiano acredita que para manter o atual momento – três gols nas últimas quatro rodadas – ainda é necessário melhorar em alguns aspectos para 2009. ˝A parte física ainda é um problema para mim. Pela quantidade de jogos que temos aqui, é preciso que o jogador esteja no melhor da sua forma. Também preciso evoluir nos arremates com a perna direita, mas para mim, o físico é o principal a ser corrigido˝, finalizou.


Leia mais sobre: Santos Campeonato Brasileiro Molina



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo