iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/10 - 10:29

Inter e Roma mudam para tentar evitar crise

Treinadores mostraram irritação e necessidade de novidades para melhorar a situação de seus clubes

Reuters

ROMA (Itália) - Os treinadores José Mourinho e Luciano Spalletti vão mudar a formação de seus times para tentar conter a crise que toma conta da Inter de Milão e da Roma, que tiveram novos resultados ruins no fim de semana.

A Inter, de Mourinho, ainda lidera o Campeonato Italiano, ao lado de Udinese e Napoli, apesar do pífio 0 x 0 de domingo, em casa, contra o Genoa. O próximo compromisso do time é contra a bem preparada Fiorentina, em Florença.

Depois do jogo, Mourinho não escondia sua irritação com a indisciplina tática do seu time. "Meus jogadores fazem no campo o que eu mando. Provavelmente alguém ainda não me conhece bem. Talvez eu leve isso em conta quando convocar os jogadores para quarta-feira", disse.

A imprensa identificou Mario Balotelli, Julio Cruz e Victor Obinna, substituído no segundo tempo, como alvos da ira do português.

No domingo, a boa dupla de ataque formada por Alberto Gilardino e Adrian Mutu marcou todos os gols da vitória de 3 x 1 da Fiorentina sobre o Palermo. Mas Maurizio Zamparini, presidente do clube siciliano, reclamou do gol de Gilardino, supostamente marcado com a mão, e pediu cinco jogos de suspensão para o atleta.

A Roma, atual vice-campeã, também teve um fim de semana catastrófico. Perdeu por 3 x 1 da Udinese, em Udine, e agora acumula cinco resultados negativos em oito jogos no Italiano. O próximo compromisso do time da capital é contra a Sampdoria, fora de casa.

Rosella Sensi, presidente da Roma, já mandou os jogadores para uma concentração afastada, e o técnico Spalletti sabe que seu emprego está ameaçado.

"Certamente me sinto sob risco, o clube tem de considerar minha posição e a de todos os demais. Preciso encontrar um sistema. Preciso trabalhar de forma diferente", afirmou.

O Milan, por outro lado, mantém sua recuperação. Ganhou de 1 x 0 do Atalanta, fora de casa, e agora está a apenas 1 ponto dos líderes. Na quarta-feira, a equipe rubro-negra pega o mediano Siena.

A Juventus, com muitos jogadores lesionados, viaja a Bolonha esperando ter deixado para trás um princípio de crise, depois de vencer o clássico municipal de sábado contra o Torino.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias