iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/10 - 23:29, atualizada às 11:05 28/10

Fora de forma, Ronaldo se inspira em Obina para recuperação

Atacante ressaltou que bastaram boas atuações em campo para que o xodó da torcida rubro-negra "emagrecesse"

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Desde meados de 2006 o excesso de peso tem sido um problema real para o atacante Ronaldo. O jogador se apresentou e disputou a Copa do Mundo naquele ano acima de seu peso ideal e, na fase final de recuperação após cirurgia no joelho, luta para entrar em forma trabalhando na Gávea. Mas o Fenômeno já tem um estímulo em sua luta: o companheiro de treinamentos Obina.

“O Obina é um jogador muito importante para o Flamengo. Eu me identifiquei com a situação dele essa semana, quando todo mundo estava dizendo que ele estava fora de forma, gordo. Aí ele jogou contra o Coritiba, fez gol, deu passe e emagreceu imediatamente”, disse o jogador, ironicamente, ao Sportv.

Da mesma forma como o Fenômeno, Obina ficou um bom tempo parado por conta de contusão e teve de conviver com rumores quanto ao seu peso, algo que Ronaldo garante ser mentira – acompanhando o dia-a-dia do time, o ex-atacante do Barcelona e Real Madrid revelou até que tem interesse pelos resultados dos exames do atual xodó da torcida rubro-negra.

“Como eu estou treinando no Flamengo, acompanho e sou curioso sobre a média dos testes dos jogadores, e o Obina é o mais completo deles. É o mais forte e tem uma velocidade incrível. Esses dados não saem, mas eles estão ali. O Obina é o mais forte”, elogiou o atacante, atualmente sem clube.

Assim, o jogador, que foi eleito o melhor do mundo pela Fifa por três vezes, faz a sua recuperação pensando em provar o contrário a todos que o criticaram, assim como fez o atacante flamenguista, eleito pela torcida como melhor que o camaronês Eto’o. Sem tanto prestígio dentro de campo, o Fenômeno admitiu ainda estar acima do peso, mas garantiu que essa situação tem os dias contados.

“A média ideal para um jogador, um atleta profissional, é de 12% de gordura corporal. Eu faço medições semanais e, no momento, estou com 14%. Mais alguns dias e acho que já dá, mas o ideal é baixar ainda mais”, confirmou o jogador, que, no entanto, vê essa como sua maior dificuldade: “A parte mais difícil é emagrecer, porque quanto você está na mesa é tudo tão gostoso”, brincou.

Recuperação da imagem

Outro desafio de Ronaldo Nazário de Lima é deixar para trás a polêmica causada pelo escândalos com travestis no qual se envolveu este ano. Essa questão, no entanto, já é coisa do passado e não causou danos à sua imagem, segundo afirmou o jogador.

"Eu não sei qual é a maneira de avaliar o impacto disso, mas, nas ruas, no mês seguinte, eu recebi um carinho especial das pessoas, sendo solidárias comigo. Hoje em dia é como se nada tivesse acontecido", garantiu Ronaldo, que, no entanto, se isolou em sua residência após o ocorrido, segundo revelou à imprensa na ocasião.

'É uma página virada. Foi uma besteira que eu fiz e a única pessoa que não esquece é a minha mulher, que lembra e me xinga todo dia, e com toda razão', complementou o atleta, tranqüilo com sua situação.


Leia mais sobre: Ronaldo Flamengo



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Ainda acima do peso
Ronaldo admite que precisa melhorar sua forma antes de poder jogar pelo Flamengo

Topo