iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/10 - 18:42

Estatísticas: Inter e Furacão marcam mais de cabeça do que com os pés no Brasileirão
Colorados Índio e Nilmar são, “pelo alto”, os mais perigosos do torneio nacional

Por Renan Justi, da Footstats

SÃO PAULO - Desde a primeira rodada do Campeonato Brasileiro, as jogadas aéreas criadas por Internacional e Atlético-PR têm causado mais perigo ao adversário do que outras opções ofensivas. Tanto é que, na estréia do Nacional, ambos venceram pelo placar mínimo e, claro, marcaram os dois gols da partida de cabeça. Sidnei fez para o Inter, após escanteio, e Léo Medeiros testou um passe vindo da cobrança de falta.  

Aliás, o cruzamento dos dois times, ao contrário do que se espera, poderia ser muito melhor aproveitado. Nos números, Inter e Atlético estão entre os seis times que menos acertam as bolas alçadas. Talvez se o técnico do time paranaense Geninho desse uma maior atenção para esse fundamento, sua equipe não teria atualmente o pior ataque da Série A, tendo marcado 13 vezes de cabeça num total de 30 gols.

Quem, pelo visto, tem dado prioridade às jogadas pelo alto e para a conclusão de cabeça é o Inter. Ao todo, o elenco gaúcho testou corretamente 27 bolas, sendo quinze dessas tentativas convertidas em gol. O rival e líder Grêmio, por sua vez, é o time que mais busca concluir seus lances cabeceando a bola, mas totaliza dois tentos a menos da marca alcançada pelo Internacional.

Portanto, não é à toa que Nilmar, de 1,80m, fez metade dos seus 14 gols com a cabeça, tornando-se o melhor cabeceador do País. Seu companheiro colorado Índio é o zagueiro-artilheiro desse Brasileirão, marcando em seis oportunidades – todas as vezes usando a cabeça.
 
Veja abaixo um comparativo entre as formas prediletas de Inter e Atlético-PR marcarem seus gols:

Time

Total de gols 

Cabeça  

Perna direita* 

Perna Esquerda 

Falta

Atlético-PR

 30 

14

 11  

6

1

Internacional

41

   15     

11 

14 

0

                                                                                                                          * Os dois clubes, até agora, também são os que menos marcaram com a perna direita nesse Brasileirão.


Leia mais sobre: Internacional Atlético-PR



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo