iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/10 - 21:04

AFA adia definição de técnico da seleção na Argentina

“Temos que levar o tempo necessário (para fazer a escolha), fazer algo coerente e não algo que não tenha futuro"

Gazeta Esportiva

BUENOS AIRES (Argentina) - A expectativa argentina nesta segunda-feira era de que a Associação de Futebol da Argentina (AFA) enfim definisse o novo treinador da seleção argentina, após a demissão de Alfio Basile, mas, momentos antes de iniciar uma reunião, o presidente do órgão, Julio Grondona, anunciou o adiamento do anúncio.

“Não haverá novidades hoje”, garantiu Grondona, antes de explicar o motivo do prorrogação para o anúncio: “Temos que levar o tempo necessário (para fazer a escolha), fazer algo coerente e não algo que não tenha futuro”, disse, de acordo com o diário argentino Olé.

Apesar de manter o mistério, o dirigente confirmou que a escolha se dará entre quatro candidatos e revelou que a AFA já fez contato com os mesmos. Os favoritos para a escolha são o ex-técnico do Atlético de Madri e tricampeão da Copa Libertadores, Carlos Bianchi, e o ex-jogador Diego Armando Maradona, que quer iniciar sua carreira de técnico comandando a seleção com a qual fez história no futebol.

Outros nomes ainda correm por fora na disputa: Sérgio Batista, treinador das seleções de base e campeão olímpico em Pequim neste ano, e o técnico do San Lorenzo, Miguel Angel Russo, que acumula passagens por times de tradição no país, como Boca Juniors, Vélez Sársfield e Estudiantes.

Independentemente de quem for escolhido para o cargo, o presidente da AFA fez questão de deixar claro que a experiência terá tempo marcado e não irá além da Copa do Mundo de 2010. “Será por um ano e meio, e não por quatro”, garantiu o dirigente, falando sobre o tempo de contrato.

Uma comissão da AFA é a responsável por definir o sucessor de Basile, que deve ser anunciado ainda esta semana. Por fim, o presidente da entidade ironizou sobre seu peso neste decisão: “Grondona vai com a maioria do que disserem os demais. É como na sua casa: você pode falar, mas quem manda é a sua esposa”.


Leia mais sobre: Argentina seleção argentina



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo