iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/10 - 18:05

Veja as mudanças do elenco do Corinthians em 2008
Em meio ao vice-campeonato da Copa do Brasil e a ótima campanha na Série B do Brasileiro, muitos jogadores deixaram a equipe, mas reforços foram contratados

Léo Morelli, repórter iG Esporte

SÃO PAULO – Com o acesso à Primeira Divisão garantido, o técnico Mano Menezes se permite esquecer a prudência excessiva e externar seus planos para 2009. Em janeiro de 2008, o Corinthians precisou contratar por atacado para disputar a “temporada da redenção”. Agora, termina a saga com 37 jogadores, mas  que ainda passarão pelo tradicional “facão” do treinador para o ano que vem.

“Temos uma boa base, uma boa equipe. Nossa capacidade de investimento no ano que vem poderá ser mais direcionada, escolhendo um pouquinho mais”, projetou Mano, ciente de que a exigência dos torcedores será maior. “Futebol é assim. No Paulista, por exemplo, não vamos pensar só em ficar entre os quatro. O objetivo é ser campeão.”

Agência Corinthians

Esta foto acima foi registrada em janeiro, após a pré-temporada realizada em Itu, interior de São Paulo. Não estão mais no clube: Coelho (lateral), Éverton Ribeiro (lateral), Finazzi (Atacante) Carlão (Volante), Bóvio (Volante) , Amaral (lateral), Eduardo Ratinho (lateral), Héverton (Meia), Suárez (Zagueiro), Caju (Lateral) e Valença (Zagueiro).

Futura Press

Agora, imagem deste sábado contra o Ceará, duelo que garantiu a volta do clube à elite nacional. Série B. Time-base escalado por Mano Menezes: Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Elias, Cristian, Douglas e Morais;  Dentinho e Herrera.

Elenco atual:

Goleiros:
Felipe, Weverton e Júlio César
Laterais:
Alessandro, André Santos, Diogo, Saci e Denis.
Zagueiros:
William, Chicão, Fábio Ferreira, Renato, Diego e Alves.
Volantes:
Cristian, Perdigão, Cássio, Marcelo Oliveira, Carlos Alberto, Bruno Octávio, Nílton, Fabinho e
Almeida
Meias:
Elias, Morais, Douglas, Marcel, Diogo Rincón, Lulinha, Rafinha e Eduardo Ramos.
Atacantes:
Dentinho, Herrera, Otacílio Neto, Acosta, Careca e Bebeto.

Se já aceita comentar as perspectivas de mercado para o Corinthians no próximo ano, o técnico Mano Menezes evita analisar os atletas que deixarão o Parque São Jorge. Entre os ameaçados estão o zagueiro Alves, os volantes Perdigão e Almeida e os meias Marcel e Diogo Rincón.

Do que o Corinthians precisa para temporada 2009? Colunistas opinam!

“O Corinthians não precisa de tantos reforços quanto se poderia imaginar para um time que sobe da Segundona para a Primeira Divisão. Aliás, desconfio mesmo que, com esse elenco atual, o Timão faria boa figura na Série Mas, sempre há espaço para se reforçar. Então, vamos lá: um lateral-direito, problema para quase todos os times, A e B, talvez Vítor, do Goiás; um meia de habilidade para se revezar com Douglas e Morais, alguém como Renato, da Ponte, um atacante pelos lados, como Marquinhos, do Vitória, e, claro, um centroavante de porte – Kleber Pereira, Washington ou Keirrison, por exemplo”.

Alberto Helena Jr.

“O Corinthians precisa, principalmente, de um atacante de renome. Bons jogadores para completar o elenco, a equipe não tem banco. Por exemplo, se o Chicão ou o William se machucam, não há reserva para eles. Isto é em quase todas as posições. Fábio Luciano para zaga, Liedson ou Deivid para o ataque, mais dois volantes são os reforços que o Timão precisa. O ideal seria trazer de novo Carlitos Tevez, que a torcida ainda ama”.

Milton Neves

“Em primeiro lugar eu acho que o Mano Menezes como homem inteligente que é, armou um time ofensivo para ganhar a Série B e garantir o acesso ao grupo de elite do futebol brasileiro. Sendo assim, acho que os setores a serem reforçados para enfrentar times de maior poderio devem ser: meio-campo (principalmente na retaguarda onde jogam Cristian e Elias) e o ataque (onde Herrera não chega a ser um atacante de qualidade, apesar de ter servido nessa campanha). Na minha opinião esses são os setores a serem reforçados já que o Corinthians poderá dispensar vários jogadores não utilizados na campanha da Série B. Além disso, é preciso ver se Douglas vai permanecer no time”.

Michel Laurence

“O Corinthians tem um bom goleiro, uma zaga confiável (mas sem reservas..) e um meio-campo que, seguramente, está entre os melhores do Brasil. Mas vamos falar a verdade: por mais que a torcida goste deles, o time não vai a lugar nenhum com Dentinho e Herrera lá na frente. A Fiel adora os dois... Dentinho é prata-da-casa, simpático, esforçado, gente boa e carismático. Mas já mostrou o que pode fazer em um torneio da Série A: quase nada. Herrera, o “Tevez Grosso”, é de uma raça contagiante. Mas não é o centroavante que poderá levar o time a disputar um título de Série A – apesar de Mano Menezes adorar o jogador... Talvez porque Mano, até hoje, sempre tenha dirigido equipes modestas. De centroavantes modestos também, de “esquema”, como Tuta. O clube precisa pensar grande agora. A prioridade seria uma dupla de ataque novinha em folha. Uma dupla de ataque que imponha respeito. E que, principalmente, aproveite a criação deste bom meio-campo montado no Parque São Jorge. O resto é funilaria, contratar bons reservas. Com uma dupla de ataque, o Corinthians se iguala às boas equipes da Série A”.

André Rizek

“A espinha dorsal do time está montada e o técnico é muito bom. Mas o Corinthians não pode se iludir com a campanha na Série B, que neste ano foi uma das mais fracas de todas, sem outras equipes grandes e de tradição lutando pelo acesso. Com um orçamento muito maior que todos, TV em todas as partidas etc., o Corinthians subiu muito fácil. A Série A é bem mais dura. O ataque corintiano ainda é fraco. O time precisa de mais volantes, também, e bons laterais para compor o elenco, que não é muito numeroso”.

Flavio Gomes


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo