iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/10 - 19:02

Para Pelé, jogadores de hoje não têm amor pelos clubes

Pelé foi a principal figura do congresso esportivo que se encerrou hoje no México e deu declarações polêmicas

EFE

SANTOS - Pelé criticou hoje no México a postura dos jogadores de futebol atuais, que não teriam mais amor pelos seus clubes, na opinião do Atleta do Século. O tricampeão mundial pela seleção brasileira citou clubes mexicanos para dar exemplos de seu ponto de vista.

"Os que são contratados hoje pelo América do México e beijam sua camisa, se transferem para o Toluca seis meses depois e voltam a beijar o escudo. Amam muitas equipes diferentes em pouco tempo. O sentimento mudou", disse.

Pelé foi a principal figura do congresso esportivo que se encerrou hoje no México e reuniu nomes como o americano Magic Johnson, campeão olímpico de basquete, e a ex-ginasta romena Nadia Comaneci.

No evento, o ex-jogador de Santos e Cosmos também afirmou que muitos atletas não têm mais vontade de atuar por suas seleções, preferindo ficar em seus clubes.

"Muitos jogadores não querem estar na seleção de seus países porque preferem os clubes, que pagam mais. É triste", disse.

Além disso, Pelé criticou os excessos cometidos pelos jogadores fora dos gramados, como as saídas noturnas e hábitos como beber e fumar.

"Quando eu era jovem, meu pai disse que Deus me deu a dádiva de ser jogador e eu devia cuidar isso. Então, trabalhei muito duro. Não fumava, nem tomava bebidas alcoólicas, e isso ajudou", afirmou.

Famoso por suas previsões, que nem sempre dão certo, Pelé preferiu não apontar um favorito para o título da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

"A Espanha ganhou a Eurocopa, mas não há diferenças grandes entre as equipes. Portanto, não se pode antecipar quem ganhará o Mundial", afirmou. EFE gb/plc

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo