iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/10 - 20:22

Náutico cede empate à Lusa no fim e segue ameaçado

Com a igualdade, a Lusa cai para a zona do rebaixamento do Brasileirão; Já o Náutico fica apenas a apenas um ponto do adversário

Gazeta Esportiva

RECIFE - Embalado por sua torcida, que compareceu em grande número no estádio dos Aflitos, o Náutico segurou a vitória ante a Portuguesa até os 41 minutos do segundo tempo, quando o meia Héverton marcou e definiu o empate por 1 a 1. O resultado deixa os pernambucanos na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos, um a mais que os paulistas, que caem para a zona do rebaixamento, em 17º.

Como já era esperado, o jogo começou bastante nervoso. O time da casa dominou a maior parte do primeiro tempo e abriu o placar com gol do atacante Felipe, aos 17 minutos de jogo. Na etapa final, porém, o panorama se inverteu, e a Portuguesa, após pressionar bastante, foi premiada com o empate no fim.

Os dois times voltam a campo já na próxima quarta-feira, em partidas válidas pela 32ª rodada do Nacional. Às 20h30 (de Brasília), o Náutico tenta se manter fora da faixa da degola ante o Internacional, no Beira-Rio. Uma hora antes, no Canindé, a Portuguesa nem pode pensar em perder pontos contra o lanterna Ipatinga.

O jogo: A torcida rubro-verde precisou de menos de um minuto para levar seu primeiro grande susto na partida. Felipe fez linda jogada pela esquerda e cruzou para Clodoaldo, que não conseguiu dominar dentro da área. O goleiro Gottardi conseguiu afastar parcialmente e William ficou com a sobra, mas acertou a zaga.

O Timbu continuou melhor em campo, com Felipe e o estreante André Oliveira armando as principais jogadas. Aos dez minutos, ambos tabelaram e o atacante bateu cruzado, assustando o arqueiro da Portuguesa. Em seguida, Clodoaldo, sozinho, desviou cruzamento de Felipe em cima de Gotardi.

Aos 17 minutos, porém, não teve jeito. Inspirado, Felipe arriscou de fora da área e acertou o ângulo direito de Gottardi, abrindo o placar para o Timbu com um golaço. Em desvantagem, a Lusa acordou, tendo três chances consecutivas de empatar e obrigando Eduardo a trabalhar em duas delas, com chutes de Edno e Carlos Alberto.

Depois dos sustos, o Náutico retomaria o controle da partida no fim do primeiro tempo. Aos 40, Felipe cobrou falta com perfeição e acertou a trave. No minuto seguinte, Clodoaldo teve nova chance cara a cara com o goleiro, mas o árbitro paralisou o lance, apontando impedimento. Em seguida, quase que a Lusa empata após bobeada de Hamilton. Fellyppe Gabriel ficou com a bola e carimbou a trave esquerda de Eduardo.

A Lusa voltou remodelada para o segundo tempo, com Héverton, Jonas e Dias em campo. Roberto Fernandes também mexeu, colocando Adriano na vaga de Clodoaldo, mas foi a equipe rubro-verde que retornou melhor. Logo aos cinco minutos, Jonas cabeceou no travessão de Eduardo.

Insatisfeito com a queda de produção do time, Fernandes fez outras duas alterações, escalando Kuki e Paulo Santos. As mudanças não surtiram efeito, e a Portuguesa continuou mais perigosa. O gol, porém, só sairia aos 41 minutos. Erick recebeu pela esquerda e cruzou para Héverton, que desviou para as redes e definiu o empate.


Leia mais sobre: Portuguesa Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo