iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/10 - 20:27

Em dois minutos, Santos liquida o Figueirense na Vila

Peixe domina a partida, vence por 3 a 0 e está cada vez mais longe do rebaixamento do Nacional

Gazeta Esportiva


SANTOS - O Santos recebeu o Figueirense na Vila Belmiro às 18h20 (Brasília) deste sábado e precisou de pouco tempo para vencer os catarinenses. Os gols aos 38 e 40 minutos do primeiro tempo e o pênalti defendido por Fábio Costa praticamente definiram a partida, que terminou com o Peixe vencendo por 3 a 0 e subindo na tabela.

Com o triunfo, o Santos vai a 39 pontos e pula uma posição, pois o Atlético-MG empatou com o Internacional por 2 a 2 e estacionou nos 37 tentos. Agora, o Peixe está em 12º lugar.

O Figueirense, por sua vez, permanece com 34 pontos conquistados e se vê mais ameaçada pela zona da degola, já que os catarinenses estão em 15º lugar.

O Santos veio para esta partida embalado por ter vencido fora de casa o Botafogo por 1 a 0 na última rodada. Com os bons resultados obtidos ultimamente, o Peixe afastou definitivamente o fantasma da zona do rebaixamento e briga por uma vaga na Sul-americana do ano que vem.

Na mesma situação em que o Santos no Brasileirão, o Figueirense queria confirmar a fama de um visitante inoportuno, pois desde que Mário Sérgio assumiu o comanda da equipe catarinense, conquistou mais pontos fora do que dentro do Orlando Scarpeli.

A partida começou com o Figueirense pressionando o adversário em seu campo de defesa. Logo no primeiro minuto, Tadeu recebeu dentro da área, girou e chutou a bola na rede pelo lado de for a do goleiro Fábio Costa.

Após a pressão inicial, o Santos equilibrou a partida e arriscou alguns ataques. No entanto, o jogo se concentrou no meio de campo com as duas equipes trocando passes sem muita objetividade.

Até que aos 25 minutos o zagueiro Adaílton derrubou Tadeu dentro da área e o árbitro Alicio Pena Júnior marcou pênalti. O próprio atacante bateu, mas Fábio Costa defendeu o pênalti e deu moral à equipe da Vila.

Em dois minutos o Santos conseguiu uma larga vantagem no placar. Aos 38 minutos, o meia Molina mostrou oportunismo ao aparecer livre dentro da área dos catarinenses para concluir a bola que sobrou do bate-rebate da zaga do Figueira e marcou.

Logo depois, aos 40 minutos, Bida recebeu lançamento entre os zagueiros catarinenses, matou no peito e fuzilou no gol de Wilson, fazendo 2 a 0 para o Santos. Os dois gols tomados pelo Figueira deixaram a partida morna até acabar o primeiro tempo.

Na volta para a segunda etapa, o técnico Mário Sérgio tirou o atacante Wellington Amorim para colocar o veterano meia Rodrigo Fabri. No entanto, a substituição não fez efeito e o Santos começou pressionando.

Aos 17 minutos o Peixe marcou o terceiro gol e sepultou o Figueira. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Souto pegou o rebote e chutou dentro da área para marcar.

Após fazer o terceiro gol, o time comandado por Márcio Fernandes só administrou resultado. O Figueirense, por sua vez, se mostrou apático e em forças para reagir.

Assim, terminou a segunda etapa e o Santos venceu o Figueira tranquilamente por 3 a 0.

Na próxima rodada o Santos vai à Ilha do Retiro enfrentar o Sport às 20h30 (Brasília) desta quinta-feira. O Figueirense, por sua vez, recebe o Fluminense, que venceu o Palmeiras, no Orlando Scarpelli no mesmo dia e horário em que o adversário deste sábado.

Assista aos gols

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 FIGUEIRENSE

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 25 de outubro de 2008, sábado
Horário: 18h20 (horário de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (Fifa-MG)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Rodrigo Otávio Baeta (MG)
Cartões amarelos: Rodrigo Souto, Bida e Adaílton (Santos); Alex, Jackson e Leandro Carvalho (Figueirense)
Gols: SANTOS: Molina, aos 38 minutos do primeiro tempo; Bida, aos 40 minutos do primeiro tempo e Rodrigo Souto, aos 17 minutos do segundo tempo.

SANTOS: Fábio Costa; Pará Fabão, Adaílton e Kléber; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida e Molina; Robson (Maikon) e Kléber Pereira.
Técnico: Márcio Fernandes.

FIGUEIRENSE: Wilson; Alex, Bruno Perrone (Leandro Carvalho) e Asprilla; Diogo, William Matheus, Jackson, Ramón (Edu Salles), e Marquinhos; Tadeu e Wellington Amorim (Rodrigo Fabri).
Técnico: Mário Sérgio.


Leia mais sobre: Santos Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Peixe sobrou
Molina mais uma vez foi o destaque do Santos e marcou o primeiro gol

Topo