iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/10 - 20:27

Cruzeiro cai na Arena e fica mais longe do Grêmio

Gol da vitória, que leva o Furacão à 31 pontos na tabela, foi marcado por Rafael Moura, aos 8 minutos do segundo tempo

Gazeta Esportiva

CURITIBA - O Atlético-PR fez 1 a 0 sobre o Cruzeiro no início da noite deste sábado e voltou a respirar no Campeonato Brasileiro. Os rubro-negros ainda ocupam a zona de rebaixamento, mas estão a apenas um ponto do Náutico, o 16º lugar.

Para os mineiros, o resultado atrapalha na luta pelo título, já que a diferença para o Grêmio vai para quatro pontos e o São Paulo também se encontra à frente na tabela.

Conforme havia prometido, o Cruzeiro partiu para o ataque desde o início da partida. Aos quatro minutos, assustou de fora da área, em chute de Thiago Ribeiro que Galatto rebateu. Aos nove, Ramires recebeu de Guilherme dentro da área e chutou para fora, desperdiçando boa oportunidade.

Apoiado pela torcida, o Atlético-PR não se acuou e foi se lançando para o ataque. Aos 19 minutos, ocorreu um lance que poderia mudar a partida. Geílson arrancou pelo miolo da defesa e acabou derrubado por Thiago Heleno, na entrada da área. Como a chance de gol era clara, o zagueiro celeste foi expulso mesmo sem ter cartão amarelo. Na cobrança da falta, Netinho obrigou Fábio a fazer boa defesa.

Embora tenha se tornado cauteloso, com Henrique plantado na defesa, o time visitante não deixou de jogar e continuou criando oportunidades. Aos 28, Thiago Ribeiro bateu de fora da área e Galatto não segurou firme. Quando tentou tirar, Gustavo Araújo escorregou no gramado molhado e, por pouco, Ramires não aproveitou para marcar.

Enquanto isto, o Furacão sofria com problemas de ordem médica. Durante todo o primeiro tempo, Ferreira deu sinais de más condições físicas, mas, no sacrifício, seguiu em campo. No entanto, outros dois atletas não agüentaram e tiveram que sair. Gabriel substituiu Renan e Pedro Oldoni ocupou a posição de Geílson.

O time da casa voltou disposto a pressionar, aproveitando a vantagem numérica. Rapidamente, uma jogada de bola parada fez com que a nova postura surtisse efeito. Aos oito minutos, Netinho bateu falta para a área e Antônio Carlos desviou de cabeça. Fábio salvou no primeiro lance, mas Rafael Moura estufou as redes no rebote.

Com as duas equipes precisando do resultado, a partida estava tensa. Somente nos 20 primeiros minutos do segundo tempo, foram distribuídos sete cartões amarelos, seja por violência ou indisciplina. A Raposa tentava se lançar à frente, mas encontrava dificuldades para criar jogadas. De fora da área, Marquinhos Paraná quase empatou o jogo, mas encobriu o gol.

Com o avanço do Cruzeiro, o Atlético-PR tinha espaço para explorar os contra-ataques. Aos 31, Julio dos Santos lançou Ferreira, que invadiu a área cara a cara com Fábio. O colombiano preferiu a jogada mais segura e tocou para Pedro Oldoni, que se atrapalhou com a bola e permitiu a Jonathan fazer o corte.

Logo em seguida, a equipe paranaense perdeu sua superioridade numérica, quando Rafael Moura recebeu o segundo cartão amarelo. A partida tornou-se absolutamente franca, com os dois lados priorizando as ações ofensivas. A melhor chance foi do Cruzeiro, quando Léo Fortunato recebeu um cruzamento de Henrique na risca da pequena área, sem marcação, e cabeceou torto.

Na próxima rodada, as duas equipes enfrentam confrontos diretos na luta por seus objetivos. O Atlético-PR vai ao Rio de Janeiro, onde encara o Vasco, na quinta-feira. Em Belo Horizonte, o Cruzeiro joga contra o Grêmio, na quarta.

Assista ao gol

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR x CRUZEIRO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local:
Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 25 de outubro de 2008, sábado
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Emerson Augusto De Carvalho (Fifa/SP) e Nilson De Souza Monção (SP)
Cartões amarelos: Pedro Oldoni, Rafael Moura, Ferreira, Antônio Carlos, Gustavo Araújo (Atlético-PR); Espinoza, Ramires, Henrique (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Thiago Heleno (Cruzeiro), Rafael Moura (Atlético-PR)
Gol:
ATLÉTICO-PR: Rafael Moura, aos oito minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Galatto; Rafael Santos, Gustavo Araújo e Antônio Carlos; Rodriguinho (Julio dos Santos), Valencia, Renan (Gabriel), Ferreira e Netinho; Rafael Moura e Geílson (Pedro Oldoni)
Técnico: Geninho

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan (Wanderley), Thiago Heleno, Espinoza e Carlinhos (Léo Fortunato); Henrique, Marquinhos Paraná, Ramires e Fernandinho; Guilherme e Thiago Ribeiro (Wagner)
Técnico: Adilson Batista


Leia mais sobre: Cruzeiro Atlético-PR Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Tropeço fora
Na briga pelo título do Brasileirão, o Cruzeiro esbarrou no Furacão e saiu derrotado por 1 a 0

Topo