iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/10 - 18:20

Últimas vagas disponíveis na MLS
Última rodada da MLS tem ainda 3 vagas em disputa para os playoffs

Trivela.com

WASHINGTON (USA) - Depois de 7 meses de disputa, chega ao final mais uma temporada regular da MLS. Cada time jogou 29 partidas até agora, faltando apenas 1 para completar a 13ª temporada da mais importante liga profissional de futebol dos Estados Unidos, que a cada ano cresce em qualidade e popularidade.

E, como não poderia deixar de ser em um campeonato tão disputado como esse, chegamos à última rodada com ainda 3 vagas disponíveis para os playoffs da MLS Cup.

Assim, com essas 3 vagas em disputa, significa que as outras 5 vagas já foram garantidas. Os primeiros a garantirem seus lugares foram o Columbus Crew, campeão da Conferência Leste, e o Houston Dynamo, campeão da Conferência Oeste. O Crew, aliás, garantiu também já há algumas rodadas o Supporters’ Shield, troféu dado à melhor equipe da temporada regular (como se fosse o campeão dos pontos corridos).

Em seguida, foi a vez de Chicago Fire e New England Revolution garantirem as outras duas vagas reservadas à Conferência Leste, e do Chivas USA garantir uma das vagas reservadas à Conferência Oeste.

Portanto, a última rodada começou restando ainda a outra vaga garantida aos clubes do Oeste, além das 2 vagas dadas às equipes com melhores campanhas durante o campeonato.

Os candidatos à última vaga do Oeste são os rivais das Montanhas Rochosas, Real Salt Lake e Colorado Rapids. E a vaga será decidida no confronto direto entre os dois clubes, que jogarão na casa dos Rapids para decidir quem ficará com a vaga. Este será o Clássico das Montanhas Rochosas mais disputado da curta história de rivalidade entre esses clubes, e o vencedor não somente levará a vaga, como ainda o troféu que as equipes disputam entre si todo ano (Rocky Mountain Cup), além de comemorar por ser o responsável pela eliminação do maior rival.

O Real, que na rodada passada venceu por 3x1 o FC Dallas, tirando a equipe texana da disputa, tem 39 pontos e joga pelo empate para conseguir chegar pela primeira vez em sua história aos playoffs. O Rapids, que na rodada passada ganhou do Chivas USA fora de casa por 2x1, tem 37 pontos e só a vitória interessa. Com certeza será um jogão!

Em relação às 2 vagas restantes, novamente o Leste levará essas vagas ‘extras’. Apesar da diferença entre a pontuação dos times do Leste e dos times do Oeste ter diminuído bastante no final do campeonato, as equipes do Leste conseguiram manter a vantagem e garantiram essas vagas.

Os favoritos para ficarem com essas vagas antes da última rodada começar eram NY Red Bull e KC Wizards. Ambos tinham 39 pontos e dependiam apenas de si em seus últimos jogos para garantirem matematicamente a classificação.

No entanto, na partida de abertura da última rodada, jogada nessa última quinta-feira (23/10), o Red Bull perdeu de goleada para o Chicago Fire por 5x2, e agora tem que torcer contra o D.C. United, que jogará no domingo contra o Columbus Crew, para não ficar de fora.

Além disso, a derrota do Red Bull foi benéfica para o Wizards que, sem entrar em campo, já garantiu sua classificação aos playoffs, uma vez que está empatado em pontos com o NY, mas leva vantagem nos critérios de desempate.

Dessa forma, sem mais partidas para disputar, o Red Bull espera pelo menos um empate do United, que tem 37 pontos, para ficar com a última vaga disponível para os playoffs. Já o United agora depende apenas de suas forças, e uma vitória sobre o campeão do Supporters’ Shield levará a equipe (que foi a campeã do Supporters’ Shield no ano passado) para os playoffs. Haja emoção nessa última rodada!

As decepções

Se para pelo menos 5 equipes a última rodada será emocionante para conseguir a tão almejada vaga aos playoffs, outras equipes decepcionaram bastante seus torcedores.

Sem dúvida a grande decepção do ano foi novamente o LA Galaxy. Muitos acreditavam que a não classificação no ano passado havia sido apenas um acidente, já que a equipe havia acabado de ser formada, e que este ano, com a equipe entrosada, a classificação seria fácil. Afinal, a equipe com mais estrelas da MLS com certeza iria se impor sobre os adversários.

E o Galaxy até que enganou durante algum tempo, quando liderou a Conferência Oeste ou quando esteve próximo dos líderes. No final, porém, a milionária equipe californiana entrou em uma seqüência negativa de onde não conseguiu sair. Houve troca na direção do clube e no comando técnico da equipe (saiu Gullit e entrou Arena), mas nada foi suficiente para resgatar a equipe que chega à última rodada como vice-lanterna da MLS com apenas 32 pontos, e irrisórias 8 vitórias em 29 partidas. Muita coisa ainda precisa mudar no Galaxy para que a equipe volte a ser vencedora e justifique seus investimentos.

Outra decepção foi o FC Dallas, de Kenny Cooper, atual vice-artilheiro da competição. A equipe, que manteve-se invicta durante mais de 10 rodadas no começo da temporada, não se encontrou na segunda metade do torneio e também ficou para trás. Apesar de, até a penúltima rodada, ainda ter chances de classificação, foi derrotada pelo Real e deu adeus aos playoffs. Curiosamente, o Dallas enfrentará o Galaxy na última rodada, em uma melancólica despedida para as duas tradicionais equipes.

Em relação aos demais eliminados, o Toronto FC mostrou evolução em seu segundo ano na liga. Chegou a disputar as primeiras posições da Conferência Leste durante algumas rodadas, e teve um aproveitamento sensivelmente melhor do que no ano passado. Tudo leva a crer que, acompanhado de sua fanática torcida, logo começará a dar mais trabalho na MLS.

Já o San Jose Earthquakes teve uma temporada de estréia bastante promissora. A equipe, que chegou a ficar invicta por 10 jogos quase no final da temporada, ameaçou disputar uma vaga aos playoffs e, apesar de ser lanterna da MLS, deve ter deixado sua torcida bastante satisfeita. Como seu nome já é tradicional na MLS, os Quakes podem ser outros que venham a dar trabalho logo. E, por outro capricho da tabela, Toronto e Quakes se enfrentam nesta última rodada, mas este jogo deverá ser uma despedida mais feliz da temporada para os clubes.

The Chaaaaaampions

Também continua a todo vapor a CONCACAF Champions League. Faltando poucas rodadas para o final da fase de grupos, a briga pelas vagas às quartas-de-final está acirrada. Em relação às equipes da MLS, apesar do desempenho abaixo do esperado, o Dynamo é a esperança de classificação.

O Houston Dynamo jogou nesta última quarta-feira (22/10) contra o Pumas (MEX), e perdeu em casa por 3x1. Foi a primeira derrota do Dynamo na competição, que estacionou nos 5 pontos no Grupo B, atrás de Pumas, que tem 9 pontos, e CD Luis Angel Firpo (El Salvador), com 7 pontos. O Houston, no entanto, assim como o Luis Angel Firpo, tem um jogo a menos que os demais times do grupo. E ambas as equipes se enfrentarão no próximo dia 28 em São Salvador e depois no dia 26/11 em Houston, pela última rodada da primeira fase. Assim, o Houston depende apenas de suas próprias forças para conseguir a classificação.

Se o Dynamo ainda está vivo, o United tem tido uma participação decepcionante. Já sem qualquer chance de classificação, os ‘Men in Black’ têm apenas 1 ponto na competição em 5 jogos realizados. A despedida do United da Concachampions será no próximo dia 29/10, em casa, contra o CD Marathon (HON), que ainda disputa uma das vagas do Grupo A.

Se as equipes estadunidenses não estão tão bem, pelo menos o representante canadense tem surpreendido. O Impact de Montreal, que conseguiu a vaga do país ao eliminar o Toronto FC, ainda não perdeu, e lidera com folga o Grupo C, com 11 pontos, 3 à frente do Atlante (MEX). Faltando apenas um jogo nesta fase de grupos, o Impact enfrentará o Atlante fora de casa no próximo dia 28/10, jogando por um empate para garantir o primeiro lugar.

Becks no Milan?

Segundo notícias veiculadas esta semana, o Milan e o Galaxy estariam em negociações para o empréstimo de David Beckham ao clube italiano durante as férias do jogador na MLS. A razão deste empréstimo seria manter Beckham, que tem contrato com o Galaxy até 2012, em atividade para continuar com chances de convocação para a seleção inglesa, já que Becks ficaria um longo tempo inativo, uma vez que o Galaxy tem seu último jogo neste domingo e voltará a campo em uma partida oficial apenas no final de março ou começo de abril do ano que vem (pela liga).

A única dúvida que permanece, enquanto as negociações estão em andamento, é sobre o tempo do empréstimo. Notícias vindas do lado do Galaxy garantem que o prazo será apenas durante as férias da MLS. Já as notícias vindas do Milan dizem que Beckham ficaria até o final do primeiro semestre do ano que vem, quando o Milan termina sua participação nos campeonatos que disputa.

Esse ponto realmente é importantíssimo, pois se novamente Beckham chegar na metade da temporada, o Galaxy corre sério risco de ter os mesmos problemas de entrosamento do ano passado e ficar pelo terceiro ano consecutivo fora dos playoffs, o que seria catastrófico para o time mais rico da MLS.

Leia mais sobre: Major League Soccer



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo