iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/10 - 19:00

Sanchez nega argentinos e sonha com Deivid

Dirigente disse que chances de contratar Escudero são remotas, e que não há negociação por Kily González

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O presidente Andrés Sanchez contrariou o interesse demonstrado pelo técnico Mano Menezes na manhã desta sexta-feira. No final da tarde, o dirigente disse à Rádio Record que as possibilidades de o Corinthians contratar o argentino Sergio Escudero, zagueiro do Argentinos Juniors, são remotas. E que não há negociação pelo veterano Kily González, do Rosario Central.

“O nome do Kily está na imprensa, mas não na pauta do Corinthians. Já o Escudero está ficando um pouco para trás porque os valores que pediram por ele são fora da realidade”, comentou Sanchez.

De três, o Corinthians poderá ficar sem jogadores argentinos em 2009. Além de não trazer Escudero e Kily González, o clube ainda corre o risco de perder Herrera. O atacante já acertou renovação contratual por três anos e estava otimista com as chances de a transação com o Gimnasia y Esgrima, detentor de 50% de seus direitos federativos (a outra metade é dividida entre o San Lorenzo e o empresário Raul Delgado), vingar.

“A situação do Herrera só vai se definir quando o time argentino aceitar a proposta que o Corinthians fez. É bem menos da metade do que eles querem. A princípio, o Gimnasia precisa baixar bastante o que pediu para o jogador ficar”, avisou Sanchez. No total, os direitos federativos de Herrera estão avaliados em US$ 3 milhões. A alta do dólar fez o valor ultrapassar R$ 7 milhões.

Deivid
Com ou sem Herrera, a diretoria do Corinthians planeja repatriar um atacante para a próxima temporada. “Com certeza, vamos trazer três ou quatro jogadores. Com exceção da posição de goleiro, precisamos de reforços para outros setores. E o Deivid é um sonho desde que assumi o Corinthians. Vamos tentar trazê-lo agora. Mas ele tem contrato com o Fenerbahce e é difícil com essa crise do dólar”, reconheceu o presidente.

Andrés Sanchez ainda negou que o Corinthians tenha procurado outros dois atacantes, atualmente no futebol carioca. “Se fala muito do Leandro Amaral, mas não tem nada. Com o Washington, também não. Ele que vá se valorizar em outras praias. Fiquei irritado porque ele disse que viria para cá. Mas não tem segredo no mundo do futebol. Ele recebeu uma proposta boa do Catar e talvez esteja querendo aumentar um pouco mais”, acusou.

Leia mais sobre: Corinthians Deivid



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo