iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/10 - 08:21

Ponte é esperança corintiana de acesso antecipado

Equipe pega o Vila Nova e se ganhar, o Corinthians pode garantir seu acesso já nesta rodada

Gazeta Esportiva


GOIÂNIA - Na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista deste ano, o Corinthians precisou torcer por um tropeço da Ponte Preta contra o Santos na Vila Belmiro e vencer o Noroeste em Bauru para ir às semifinais. Na época, os campineiros apenas empataram, mas o Timão perdeu e ficou fora.

Agora, mais de seis meses depois, a Macaca volta a ficar no caminho corintiano. Mas, desta vez, a torcida é por um triunfo dos atuais vice-campeões paulistas.

As chances de a equipe de Mano Menezes antecipar sua volta à Série A neste sábado, diante do Ceará no Pacaembu, depende que a Ponte Preta ao menos empate com o Vila Nova às 20h30 desta sexta-feira, no Serra Dourada, pela 32ª rodada da Segundona. Se os goianos não vencerem dentro de casa, basta ao clube do Parque São Jorge bater os nordestinos para se garantir entre os quatro primeiros colocados.

O foco das duas equipes em Goiânia, no entanto, não é o Timão. Ambos têm somado uma seqüência de tropeços que coloca em dúvida as chances de estar na primeira divisão em 2009. A situação que mais tem decepcionado é do Vila Nova.

Os colorados, que chegaram a se aproximar do Corinthians na liderança da Série B, estão fora da zona de acesso a sete rodadas do fim da competição. A queda se deve à péssima campanha nos últimos oito jogos – o time de Givanildo Oliveira somou apenas sete dos 24 pontos que disputou, derrocada que deixa a equipe em quinto lugar, com 51 pontos.

Para encerrar um jejum de três partidas, os vila-novenses terão de superar o desfalque do lateral-direito Osmar, suspenso. Em seu posto, Adriano deve ser escalado. Além dele, as outras novidades na escalação são o volante Heleno, que retorna após cumprir gancho, e o atacante Wando, recuperado de lesão.

Com esta formação, Givanildo quer deixar o time mais veloz para a bola chegar mais vezes a Túlio, grande aposta para o acesso dos goianos e motivo da confiança que o técnico tenta passar ao grupo. “Não somos melhores nem piores do que ninguém”, diz o comandante, preocupado também alertar a seus jogadores a necessidade de bater um concorrente direto na briga para estar na elite.

A Ponte Preta, contudo, vai ao Centro-Oeste com o sonho de ao menos se manter entre os que têm chances de atuar na Série A na próxima temporada. Em sétimo lugar, com 48 pontos, os campineiros tentam se recuperar das duas rodadas sem somar três pontos para se aproximar ainda mais do G-4.

Para isso, no entanto, terá de superar o desfalque de um de seus principais jogadores: o lateral-direito Eduardo Arroz, vetado pelo departamento médico. Raulen deve atuar em seu lugar. As boas notícias ficam com os retornos do zagueiro Gum, o volante Deda e o meia Renatinho. No ataque, Neto, que abdicou do “sobrenome” Baiano, deve ganhar chance ao lado de Marcelo Soares.

Com este time bastante modificado, Vágner Benazzi confia que vai surpreender no Serra Dourada. “Todos sabem que este será o jogo da vida deles. Vamos a Goiânia com o pensamento único de vencer para nos mantermos vivos no G-4”, prega o comandante.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA X VILA NOVA

Local:
Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 24 de outubro de 2008, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Ricardo Mauricio Ferreira de Almeida (ambos do RJ)

VILA NOVA: Max; Adriano, Carlinhos, Luis Carlos e Fernandinho; Álisson, Heleno, Caíco e Alex Oliveira; Wando e Túlio
Técnico: Givanildo Oliveira

PONTE PRETA: Denis; Raulen, Gum, Jean e Vicente; Deda, Jairo, Leandrinho e Renato; Marcelo Soares e Neto
Técnico: Vágner Benazzi


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Disputa pelo G-4
Vila Nova e Ponte Preta brigam para tentar entrar no grupo de acesso; Corinthians seca Vila Nova

Topo