iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/10 - 15:26

Corinthians prepara festa e preleção do Ceará
Os jogadores reconhecem estar ansiosos, o que o técnico não condena, mas nenhum ousa projetar a festa

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A música “O Portão”, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, servirá de trilha sonora para o vídeo que o Corinthians preparou para comemorar o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. A expectativa é que os torcedores cantem o refrão “Eu voltei/ Agora prá ficar/ Porque aqui/ Aqui é meu lugar” já neste sábado, com uma vitória sobre o Ceará, no Pacaembu.

“Estamos prontos para participar da festa do Corinthians”, ironizou o técnico Lula Pereira, do Ceará, em declaração que inspirou manchete do Diário do Nordeste. “Sabemos da força e do favoritismo deles. Só nos resta o consolo de que, em futebol, não se ganha na véspera”, avisou.

Mano Menezes leu os jornais cearenses nesta manhã e ficou preocupado. “Esse é o tipo de jogo em que o técnico não precisa fazer preleção. É só jogar dez manchetes na frente dos atletas porque todas mexerão com o brio deles. Disse aos meus jogadores para encararem as coisas dessa forma, sabendo que o Ceará quer fazer a sua parte contra nós”, alertou o sempre cauteloso comandante do Corinthians.

A probabilidade de confirmar o acesso neste sábado, entretanto, mudou a postura até de Mano. O técnico agora fala menos do presente. Passou a abordar principalmente as dificuldades do passado (poucas, no caso da Série B) e a planejar o futuro em suas entrevistas coletivas.

Nesta sexta-feira, Mano mudou de assunto em conversa reservada com os jogadores do Corinthians. Advertiu que, mesmo na nona colocação e com 1% de chance (segundo o matemático Tristão Garcia) de acesso à Primeira Divisão e nenhuma de rebaixamento à Terceira, o Ceará está motivado com a “festa” preparada aos torcedores do Corinthians, que já haviam compraram 29.300 ingressos para o jogo até quinta-feira.

Os comandados de Mano entenderam o recado. A maioria reconhece estar ansiosa, o que o técnico não condena, mas nenhum ousa projetar a festa. “Não sei como vai ser a minha reação. Isso é muito espontâneo, de momento”, resumiu o zagueiro e capitão William. “Será bom subir agora, mas só estamos pensando em ganhar o jogo, não no acesso antecipado”, concordou o atacante Herrera.

Já os atletas do Ceará, despreocupados, esperam fazer os corintianos entoarem outra música de Roberto Carlos ao derrotar o líder da Segunda Divisão neste sábado. O refrão “Não pára, não pára, não pára”, da letra de “Amigo”, popularizou-se nas arquibancadas do Pacaembu.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo