iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/10 - 00:00

Celso Roth admite queda de rendimento no time do Grêmio

"Os adversários melhoraram e nós baixamos nossa produção. O que mais importa é somar pontos”, afirmou

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Após 30 rodadas, o técnico Celso Roth abandonou o 3-5-2 para colocar em campo seu time no 4-4-2. Bastaram 45 minutos para o treinador voltar atrás.

O primeiro tempo da vitória do Grêmio por 1 a 0 sobre o Sport não agradou Roth. No vestiário, ele reposicionou os jogadores em campo e voltou ao sistema antigo.

Na segunda etapa, Thiego voltou a ser zagueiro. Tcheco virou segundo homem de meio-campo e Rafael Carioca foi deslocado para a ala-esquerda. Em entrevista coletiva após o confronto disputado no Estádio Olímpico, Roth comentou o resultado.

“Foi um jogo difícil. Sabíamos que seria assim. As dificuldades aumentam a cada jogo. Não rendemos bem no primeiro tempo. O time não funcionou como gostaríamos, mas não comprometeu. Não foi um jogo em que o Grêmio se impôs”.

O treinador sabe que o rendimento do time está em declínio desde o começo do segundo turno. Porém, se diz satisfeito se a equipe continuar jogando deste modo e vencendo. Para ele, no momento, fazer boas partidas está em segundo plano.

“Estamos tendo dificuldades para manter a liderança. Os adversários melhoraram e nós baixamos nossa produção. O que mais importa é somar pontos”, afirmou.

O próximo jogo do Tricolor é diante do Cruzeiro em Belo Horizonte, em confronto direto na briga pelo título. Depois, o Grêmio recebe o Figueirense e depois viaja para São Paulo para pegar o Palmeiras. Esta trinca de jogos é vital para a pretensão dos gaúchos no Brasileirão. Roth demonstrou insatisfação com as constantes críticas que seu trabalho sofre.

“O Grêmio está em teste para a opinião pública desde o começo do campeonato, mesmo sendo líder por 17 rodadas. Temos dois jogos decisivos e vamos ter que nos impor. Serão jogos de responsabilidade dividida”, opinou.

O técnico não projetou a escalação para a próxima partida. Porém, o 3-5-2 deve retornar. A idéia a partir de agora é mesclar experiência com juventude nessa reta final. Com isso, Douglas Costa deve perder seu lugar no time para o ingresso de Souza.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias