iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/10 - 18:20

Portuguesa quer usar boa fase para vencer fora do Canindé

Após derrotar o líder do campeonato em casa, Lusa encara o Náutico no Recife

Gazeta Esportiva

JARINU - Desde quarta-feira, a Portuguesa abdicou dos treinos no Canindé para se refugiar em Jarinu. Uma tentativa do técnico Estevam Soares para manter o ânimo da equipe, que venceu o líder Grêmio e deixou a zona de rebaixamento.

E é longe da capital paulistana que o elenco tenta encontrar forças para superar um aspecto que tem complicado sua campanha na Série A: o retrospecto fora de casa.

De olho no confronto das 18h20 deste sábado, quando visita o Náutico em duelo direto para fugir da volta à segunda divisão, a Lusa cobra uma melhora nos resultados fora de casa. Se em seu estádio o time perdeu apenas uma vez, como visitantes foi somente uma vitória (contra o Botafogo no Engenhão), um empate (com o Santos na Vila Belmiro) e 13 derrotas – aproveitamento de 9% dos 45 pontos disputados.

A situação tem irritado os jogadores. “Não tem porquê jogar de um jeito em casa e de outro fora. Os resultados mostram isso, mas depois desse resultado contra o Grêmio, em que vencemos o líder, a confiança é maior para mudar essa história já com uma vitória diante do Náutico”, defende Fellype Gabriel, que espera mostrar nos Aflitos a razão de o time ostentar mais de 66% de aproveitamento no Canindé.

“Temos que dar continuidade ao trabalho e ver se jogando fora de casa a gente consegue beliscar um pontinho ou até mesmo os três pontos para conseguir uma arrancada para se firmar fora dessa zona incômoda”, prega o meia, ainda em dúvida se será titular no Recife.

À espera da viagem para Pernambuco, o grupo rubro-verde tenta desfrutar do bom ambiente que os 2 a 0 aplicados no Grêmio, no domingo, causou dentre os comandados de Estevam Soares. “A alegria aumentou, o ambiente melhorou e a confiança é maior. A gente conseguiu um grande resultado contra o líder do campeonato e isso aí dá uma moral a mais. Não foi uma vitória à toa”, exalta o zagueiro Bruno Rodrigo.

E é com este espírito que a Lusa tenta usar o retiro em Jarinu para superar a pressão nos Aflitos – o Timbu tem a mesma pontuação que a Rubroo-verde, próximo à zona de rebaixamento. “É claro que será difícil. O Náutico é um time complicado, muito forte dentro de sua casa, mas temos que jogar da mesma maneira e ir em busca dos três pontos”, ensina Fellype Gabriel.


Leia mais sobre: Portuguesa Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo