iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/10 - 16:45

Palmeirenses pedem regra universal na paradinha
“Precisamos decidir logo se essa paradinha é válida ou não”, emendou Denílson, titular do Palmeiras no jogo de quarta

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - No Brasil, a paradinha nas penalidades tem sido liberada pelos árbitros. mas o critério no futebol sul-americano é diferente. O meio-campista Diego Souza arriscou “enganar” o goleiro do Argentinos Juniors nesta quarta-feira e se deu mal. O árbitro colombiano José Buitrago anulou o lance e advertiu o palmeirense com um cartão amarelo.

No Parque Antártica, há uma solicitação: é preciso uma uniformidade da paradinha em todo o futebol mundial. Além de Diego Souza, o atacante Alex Mineiro, batedor oficial de pênaltis do Palmeiras na temporada, já usou o artifício em outras partidas do Campeonato Brasileiro.

“Não entendo essa coisa da paradinha, vale no Brasileiro e não vale na Sul-americana”, questionou o zagueiro Roque Júnior, que retornou recentemente ao Palmeiras.

O meia-atacante Denílson seguiu a mesma linha de discurso. “Precisamos decidir logo se essa paradinha é válida ou não”, emendou o camisa dez do Verdão.

Revoltado com a atuação de José Buitrago, o técnico Wanderley Luxemburgo também reclamou das interpretações distintas sobre a paradinha. “Não recebemos aqui nenhum comunicado de que a paradinha está proibida”, alertou.

Um dos mais nervosos após o apito final, Diego Souza disparou contra a anulação de sua paradinha. “Esse árbitro é um brincalhão. Depois de anular o meu o gol, o goleiro se adiantou quase na linha da pequena área para defender o pênalti”, reclamou.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo