iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/10 - 14:25

No Botafogo, meta é provar que ano não acabou

Jogadores discordaram do ex-presidente, Carlos Montenegro, que afirmou que 'o ano acabou' para o Botafogo

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Inquestionavelmente, o momento é de crise no Botafogo. Após a derrota por 2 a 0 para o Estudiantes, no confronto de ida das quartas-de-final da Copa Sul-Americana, o ex-presidente do clube o e atual colaborador, Carlos Augusto Montenegro, criticou os jogadores e disse que o ano para o time 'acabou', já que não vê mais chances de conquistar o título do Campeonato Brasileiro, da Copa Sul-Americana e nem mesmo a vaga na próxima Copa Libertadores.

As declarações parecem ter motivado os jogadores do Glorioso, que garantem que a meta agora é mostrar que os alvinegros ainda poderão comemorar em 2008.

“Se o Montenegro entregou o ano e disse que não temos mais chance, nós não pensamos desta forma. Para nós o Botafogo segue vivo na Copa Sul-Americana, com chances de classificação, uma vez que vamos decidir a vaga na nossa casa. Também temos chances de ganharmos a vaga na Copa Libertadores. Com certeza vamos batalhar muito por isso”, apontou o volante Túlio, um dos mais irritados com as declarações do dirigente, que revelou uma possível divisão no plantel.

A situação do Botafogo não é fácil em nenhuma das duas competições. O Glorioso, para avançar na Copa Sul-Americana, terá que vencer o Estudiantes no dia 5 de novembro, no Rio de Janeiro, por três ou mais gols de vantagem. Se devolver os 2 a 0, o Alvinegro forçará a disputa de pênaltis.

Já no Campeonato Brasileiro o time carioca inicia a 31ª rodada com 46 pontos, sete a menos que o São Paulo, quarto colocado e último time na zona de classificação para a Copa Libertadores. Pela competição nacional, o time entra em campo no sábado, quando vai ao Estádio Ipatingão para medir forças com o Ipatinga, às 16 horas (de Brasília).

“Podemos estar em uma situação complicada nas duas competições, mas não desistimos de brigar nas duas frentes, pois confiamos que ainda temos potencial para buscar nossos objetivos. Acredito que temos condições de ganhar do Estudiantes, pois vamos jogar no Engenhão, com a força de nossa torcida. Os jogadores estão focados dentro de campo, não há divisão no grupo e vamos em busca de resultados positivos”, garantiu o meia Lucio Flavio, que, segundo Montenegro, seria um dos responsáveis pela divisão do palntel.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo