iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/10 - 13:59

Não sofrer gols é a meta do Internacional no Beira-Rio

Equipe quer evitar de sofrer gols, já que os marcados como visitante servem como critério de desempate

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O Inter já fez uma escala de resultados que lhe agradam diante do Boca Juniors nesta quarta-feira pela Copa Sul-americana. Para chegar com maior tranqüilidade para a partida de volta das quartas-de-final em 6 de novembro, na Bombonera, vencer não basta.

“Esperamos conquistar uma vitória nesta quarta. Uma vitória sem sofrer gols”, ressaltou o zagueiro Bolívar, confirmado para a partida.

A preocupação em não ser vazado em seus domínios é devido ao regulamento da competição, onde os gols marcados como visitante servem como critério de desempate. Um triunfo com gols não é o ideal, mas não será visto com maus olhos no Beira-Rio.

Um empate até é aceitável, desde que seja por 0 a 0. A derrota é considerada um resultado quase que irreversível no confronto que será disputado em Buenos Aires.

A preocupação faz sentido. Nas duas vezes em que o Inter atuou na Bombonera pela Sul-americana, o Colorado sofreu quatro gols. Apesar de o time estar mais experiente, o resultado ainda ronda o imaginário da torcida vermelha.

“No vestiário não ouvi nada. Só ouvi na rua com os torcedores comentando. Aqui dentro não senti isso. Faltam cerca de 50 dias para o fim da temporada. Agora não podemos mais nos poupar. É todo mundo indo até o limite e fazer de cada jogo uma decisão”, afirmou o volante Magrão. O jogador ainda não defendia o clube gaúcho quando o Boca eliminou o Inter.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias