iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/10 - 09:34

Enigmático Celso Roth segue com seus mistérios
“O mais importante é ter o Tcheco em condições. O tempo dirá quem será escalado”, explicou o sucinto Roth

 

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Assistir aos treinos do Grêmio se tornou raro. É uma missão para Tom Cruise, protagonista do filme 'Missão Impossível'.

Dia após dia, os trabalhos são realizados com os portões fechados sem a presença de torcida e imprensa. O técnico Celso Roth não faz a menor questão de mudar esta 'rothina'. Em suas entrevistas coletivas, o treinador também não abre o jogo.

Para enfrentar o Sport na quinta-feira pelo Brasileirão, ele contará com o retorno do capitão Tcheco. O meia desfalcou o Tricolor por três partidas devido a suspensões. Seu retorno entre os titulares está garantido, porém quem irá para o banco de reservas ainda é um ponto de interrogação.

“O mais importante é ter o Tcheco em condições. O tempo dirá quem será escalado”, explicou o sucinto Roth.

Existem diversas opções para a entrada do camisa 10 tricolor na equipe. As mais cotadas são a saída de um zagueiro – a diretoria pede há tempo a mudança de esquema tático ao técnico. Nesse caso, a ficha número 1 para sentar no banco de reservas é a de Pereira. Outra pode ser a simples saída de Douglas Costa. Ou ainda, a retirada de um dos volantes, colocando Tcheco na segunda função da meia cancha.

Roth segue seus mistérios, mas demonstrou irritação ao ser questionado se poderia trocar o sistema de jogo. “Todos jogam contra o Grêmio no 3-5-2. O mais importante é que o nosso esquema seja equilibrado, é colocar quem está melhor no momento”. A frase, ao mesmo tempo em que aumenta a possibilidade de manutenção do esquema com três zagueiros, dá margens para o ingresso de Souza. O jogador foi elogiado após a rodada do fim de semana. Porém sua entrada acarretaria no abandono do 3-5-2.

Roth não dá pistas do que levará a campo. O que se sabe é que a partida no Estádio Olímpico é vital para os gremistas manterem a ponta da tabela. Com o tropeço diante da Portuguesa no domingo, a diferença diminuiu para um ponto em relação a Cruzeiro e Palmeiras. Para piorar a situação, os gaúchos têm confronto direto com mineiros e paulistas, ambos fora de casa.

“O campeonato está muito equilibrado. Sempre dissemos isso. Agora, no terço final, que está um pouco mais definido”, opinou com convicção o treinador.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo