iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/10 - 13:04

Em boa fase, Fábio Ferreira divide homens e mulheres

Jogador é campeão de recados das fãs na página de recados do site oficial do Corinthians, disponibilizado aos jogadores

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O zagueiro Fábio Ferreira era provavelmente o jogador mais indesejado pelos corintianos no início de 2008. No ano passado, ele foi visto como um dos culpados pelo rebaixamento da equipe à Série B do Campeonato Brasileiro.

Uma vizinha de prédio estendeu uma faixa para protestar contra festas promovidas pelo jogador e o ex-companheiro Zelão no apartamento que dividiam.

As corintianas, ao contrário, Fábio Ferreira já conseguiu conquistar. Na página de recados que o site oficial do Corinthians disponibiliza ao jogador, fãs fazem seguidas declarações de amor a “Fá”, “Fabinho” ou “Fabião”, como o chamam. Há quem jure “amor eterno” ao zagueiro. “Lindão” e “gostosão” também são elogios freqüentes.

Os homens ainda não se convenceram com a boa fase de Fábio Ferreira, que ajudou o Corinthians a diminuir a média de gols sofridos na Segunda Divisão após substituir o suspenso William. “O Fábio é um pereba mesmo. O lugar dele é jogar botão em vez de futebol de campo”, reclama um torcedor. “Aprende a jogar bola seu lixo”, xinga outro. “Some do Coringão”, concorda finalmente uma mulher.

Sem Chicão, entretanto, a defesa do Corinthians melhorou. Em 14 vezes que o titular desfalcou o time na Segunda Divisão, foram nove gols sofridos; média de 0,642 por partida. Com ele em campo, a equipe acabou vazada em 13 ocasiões em 17 jogos; média de 0,764.

“O Fábio Ferreira é um grande jogador e está provando isso agora. Já jogou várias vezes ao meu lado, mesmo quando o Chicão se contundiu, e fomos bem. Estamos entrosados. Quando os atletas são inteligentes, é mais fácil casar”, aprovou o capitão William, que, por outro lado, espera pelo retorno de Chicão. Seu antigo companheiro de defesa foi suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por 120 dias e aguarda novo julgamento.

“Acredito que ele volta ainda neste ano. Confio que os juízes tenham uma análise mais ponderada agora, que tiveram tempo para rever o que aconteceu. Estamos conversando com o Chicão para diminuir essa ansiedade”, comentou William.

Ao ataque, Chicão faz falta. O zagueiro já marcou sete gols na Série B. Fábio Ferreira anotou um. No dia em que completou 24 anos, 4 de outubro, o agora titular balançou as redes no empate por 1 a 1 com o Marília, em Londrina.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo