iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/10 - 20:19

Com poucas opções, Santos prevê renovação com Márcio Fernandes

Vindo das categorias de base, treinador mostrou um bom trabalho à frente do elenco principal no Brasileirão

Gazeta Esportiva

SANTOS - A diretoria do Santos já está trabalhando forte no planejamento da equipe para a próxima temporada. Sem grandes opções no mercado, o clube parece ter chegado à conclusão de que a melhor alternativa para o futuro seja dar apoio ao técnico Márcio Fernandes, efetivado no comando do Peixe em meados de agosto, vindo das categorias de base e que mostrou um bom trabalho à frente do elenco principal.

Como o atual vínculo do treinador se encerra em dezembro, o time da Vila Belmiro chegou a estudar a possibilidade de contratar o técnico Mano Menezes, do Corinthians. Mas como o treinador corintiano deve permanecer no Parque São Jorge, a tendência natural é que Márcio Fernandes tenha o seu contrato renovado pelo Alvinegro Praiano ao final da atual temporada.

Para 2009, o projeto da diretoria santista tem como base a manutenção dos principais jogadores do clube. Além disso, o Santos pretende trazer alguns reforços, visando à montagem de um grupo forte, com condições de brigar pelos títulos do Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro do ano que vem.

No comando deste elenco, a cúpula alvinegra acredita que os feitos do atual comandante no Brasileirão o credenciam a continuar no cargo em 2009. "Estamos muito satisfeitos e a idéia é continuarmos com o Márcio Fernandes. Se contarmos apenas os pontos conquistados no segundo turno, estaríamos a apenas três pontos do líder. Ainda faltam oito rodadas para o fim do campeonato, mas o Santos já somou mais pontos no returno do que no primeiro turno inteiro", destacou o diretor de futebol, Adilson Durante Filho.

Outro ponto a favor da permanência de Márcio Fernandes está no aspecto financeiro. Depois de bancar os custos de comissões técnicas como as de Vanderlei Luxemburgo, que custava quase R$ 1 milhão por mês; Emerson Leão, que girava em torno de R$ 500 mil; e de Cuca, que representava cerca de R$ 350 mil, a diretoria sabe que os valores para manter o staff atual estão mais adequados à realidade do futebol brasileiro.

No entanto, apesar do interesse de ambas as partes em chegar a um novo acordo, técnico e clube não devem assinar um novo contrato em meio à disputa da competição, deixando a definição para o mês de dezembro.


Leia mais sobre: Márcio Fernandes Santos



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo