iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/10 - 12:33

Em casa, Inter pega reservas do Boca para abrir vantagem na Sul-Americana

Colorado vai enfrentar time de argentinos com apenas três jogadores que venceram o clássico contra o River

EFE

PORTO ALEGRE - O Internacional recebe amanhã o Boca Juniors no Beira-Rio, às 22h de Brasília, querendo aproveitar o fato de o adversário escalar uma equipe reserva para conseguir boa vantagem na ida das quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

Longe da briga pelas vagas na Copa Libertadores de 2009 - é apenas o sétimo colocado do Brasileiro -, a equipe gaúcha estabeleceu a Sul-Americana como prioridade para este fim de temporada e entrará em campo completa.

O meia Andrés D'Alessandro - formado nas categorias de base do River Plate, maior rival do Boca - é uma das principais atrações do confronto e afirma que sempre quer vencer o adversário desta quarta.

"Sei como jogam, já enfrentei alguns deles, e conheço os outros da seleção. Mas no futebol são sempre 11 contra 11 e uma bola.

Sempre quero vencer o Boca e vou defender a camisa do Inter até a morte para que a torcida fique feliz", afirmou.

Quem não poderá estar em campo é o outro argentino do Internacional, o meia Pablo Guiñazú, que sofreu uma luxação no cotovelo no começo do mês.

Além dele, também são desfalques o lateral-direito Ricardo Lopes, com dores em um dos joelhos, e o uruguaio Gonzalo Sorondo, operado do joelho esquerdo na semana passada e que acabou retirado da lista de inscritos para a entrada do meia Sandro.

Já o Boca chega a Porto Alegre embalado pela vitória de 1 a 0 fora de casa no clássico contra o River Plate, pelo Argentino. No entanto, apenas três jogadores que disputaram esta partida - Javier García, Gabriel Paletta e Nicolás Gaitán - deverão estar em campo no Beira- Rio.

A dúvida do técnico Carlos Ischia está entre escalar a equipe com dois atacantes e dois zagueiros ou com apenas um homem na frente, reforçando a defesa.

Em ambos os casos, o jovem Ricardo Noir deverá aparecer no ataque, enquanto Paletta tem vaga garantida na defesa. Ele deve formar o setor com Facundo Roncaglia e Juan Forlín, repetindo a formação da partida contra a Liga Deportiva Universitária de Quito (LDU), na volta das oitavas-de-final da competição.

O meia Leandro Gracián - que quase foi contratado pelo Flamengo - fez um alerta ao time gaúcho: "Os jogadores que entrarão sabem defender a camisa do Boca. Os adversários devem se preocupar conosco".

O jogador confessou que sabe "muito pouco" sobre o time colorado.

"Quando estivermos concentrados, o técnico nos mostrará como o rival atua", garantiu.

O vencedor do confronto terá pela frente o ganhador do confronto entre Estudiantes e Botafogo, cuja primeira partida está marcada para hoje em La Plata.

Prováveis escalações: Internacional: Lauro; Angelo, Índio, Bolívar e Gustavo Nery; Edinho, Magrão, Andrezinho (Taison) e D'Alessandro; Nilmar e Alex.

Técnico: Tite.

Boca Juniors: García; Barroso, Roncaglia, Forlín, Paletta e Fondacaro; Chávez, González, Cardozo e Gracián; Noir. Técnico: Carlos Ischia.

Árbitro: Jorge Larrionda (URU), auxiliado por seus compatriotas Pablo Fandiño e Walter Rial.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo