iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/10 - 19:28

Elogios de paulistas não tiram foco do Cruzeiro, diz Adílson

Luxemburgo, do Palmeiras, e Muricy, do São Paulo, falaram sobre o ótimo trabalho do cruzeirense

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro depende apenas de si mesmo para conquistar o torneio pela segunda vez, já que ainda enfrenta o Grêmio. A equipe mineira chegou a esta condição graças à rodada perfeita do último fim de semana, quando o Tricolor Gaúcho perdeu para a Portuguesa, enquanto Palmeiras e São Paulo empataram no clássico paulista.

Agora, a Raposa passa a ser mais visada pelos adversários, atraindo a atenção de todo o país. O time vem recebendo elogios de várias partes, inclusive de seus concorrentes. Na segunda-feira, Wanderley Luxemburgo, técnico do Palmeiras, no programa Arena Sportv, ressaltou os talentos individuais celestes, sobretudo os do atacante Guilherme.

Nesta terça, o mesmo programa recebeu o técnico do São Paulo, Muricy Ramalho e, mais uma vez, o Cruzeiro foi assunto. “O time que eu gosto de ver jogar, que joga um pouco diferente, é o Cruzeiro. É um time que abre mão (da defesa) quando vai para o ataque. Tem cobertura e tudo, mas ataca, por exemplo, com os dois laterais ao mesmo tempo, agride demais o adversário”, destacou o comandante tricolor.

Como não poderia deixar de ser, tais comentários repercutiram em Belo Horizonte. Perguntado sobre o assunto, Adilson Batista, que já sabia das declarações, mostrou-se lisonjeado. “A gente agradece, vindo de profissionais competentes e vencedores, por quem nós temos respeito. Sentimos isto nos jogos que fizemos, pela postura do adversário. Não é de hoje que vem este elogio”, contou o técnico cruzeirense.

O treinador celeste disse ainda que duvida que estes elogios sejam uma tentativa de atrapalhar o foco do Cruzeiro na reta final da competição. Mesmo assim, garante que vai se esforçar para que os jogadores se empenhem nos últimos jogos, concentrados no objetivo do título.

”O Muricy é muito sério, quando ele fala, é preciso acreditar nele e eu acredito. Dentro de campo, precisamos mostrar, comprovar, superar as dificuldades. Não vejo este elogio como algo para a gente se empolgar aqui, eu vejo como um elogio verdadeiro”, declarou Adilson Batista.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo