iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/10 - 18:11

Rodrigo: "O Alex Mineiro foi desleal, tem que ser punido"

Imagem registra o momento em que Alex Mineiro atinge Rodrigo no empate entre Palmeiras e São Paulo

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A cotovelada desferida por Alex Mineiro na nuca de Rodrigo, no clássico desse domingo, deve ser mais um capítulo de uma briga entra Palmeiras e São Paulo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Pelo menos na opinião do zagueiro tricolor, que aproveitou a deixa para ironizar o suposto favoritismo cantado pelo adversário antes do clássico (veja vídeo mais abaixo).

Ainda surpreendido pela agressão do palmeirense, o defensor do clube do Morumbi pede punição para o atacante rival.

Gazeta Press
Alex Mineiro acerta a nuca de Rodrigo, em mais um lance quente no Palestra

Informado sobre a foto que registra o momento da agressão, no início do segundo tempo do empate por 2 a 2, Rodrigo ainda se mostrou irritado com a reação do atleta do Verdão – após receber uma entrada dura, o artilheiro foi atrás do camisa 44 tricolor e ergueu o braço para atingir a cabeça do rival, que estava de costas. Mas o zagueiro ficou aliviado ao saber que o caso tem provas.

“Ele tem que ser punido sim. Não teve um lance com o Jorge Wagner aqui no Valdívia e ele pegou punição?! Também foi sem bola. Igual o Alex. Tem que ser punido sim”, cobrou Rodrigo, lembrando do entrevero na goleada alviverde por 4 a 1 em Ribeirão Preto, na primeira fase do Paulista, que custou um jogo de suspensão a Jorge Wagner.

Rodrigo ironiza o "favorito" Palmeiras. Assista!

Apesar do pedido por gancho no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o zagueiro diz ter ficado surpreso com a atitude de Alex após uma dividida em que admite ter “pegado um pouco no pé dele”. “Mas não esperava isso da parte dele. Ele foi desleal. Da minha parte, do Miranda e do André Dias, não teve nada desleal. O Kléber jogou normalmente, o Alex também. O único lance desleal foi o do Alex”, frisou.

Depois de ser agredido, Rodrigo ficou caído, um pouco desnorteado. A partida foi paralisada para que o jogador pudesse ser atendido. Já recuperado, o zagueiro tentou argumentar com Alex, mas o alviverde se distanciava do seu marcador, mostrando-se estar focado apenas na bola e no duelo que estava em curso.

“Fui falar com ele, perguntei: ‘Pô, por que você fez isso?’. Ele é um cara tão tranqüilo, já joguei contra ele antes e sempre foi pacifico. Ele veio me dizer que eu sou folgado. Falei: ‘o cara não deu falta e você faz isso?! Se quer bater, bate de frente, não com uma cotovelada!’”, relatou Rodrigo, à espera de uma suspensão ao adversário.


Leia mais sobre: São Paulo Palmeiras Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

Gols e polêmicas
Clássico paulista teve uma chuva de cartões amarelos, além de três expulsões

Topo