iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/10 - 14:16

Renato agradece torcida e mantém fé em sair da zona da degola

”A torcida do Vasco está de parabéns. Cantou o tempo todo e estive com a gente até o fim", disse Gaúcho

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Lanterna do Campeonato Brasileiro e há quase dois meses sem vencer, o Vasco tenta manter o equilíbrio apesar da derrota para o Flamengo no último final de semana. O técnico Renato Gaúcho fez questão de agradecer o apoio dos torcedores no confronto com o rival.

Os vascaínos incentivaram o time até mesmo quando a equipe perdia o jogo.

”A torcida do Vasco está de parabéns. Cantou o tempo todo e estive com a gente até o fim, inclusive, aplaudindo os jogadores depois do jogo”, comentou.

Renato Gaúcho fez questão de mostrar sua confiança de que o Vasco poderá evitar o rebaixamento ao final do Campeonato Brasileiro.

“Com certeza eu acredito. Em breve a sorte vai estar do nosso lado e nós vamos sair dessa. O vascaíno tem que sair de casa, assim como fez contra o Figueirense. O torcedor está conosco e o grupo está com muita vontade. Enquanto essa união existir temos a certeza de que o Vasco vai arrancar nessa reta final do Brasileiro”, afirmou Renato.

Já o presidente Roberto Dinamite disse ter ficado satisfeito com a garra demonstrada pelos jogadores do Vasco diante do Flamengo, mas pediu ainda mais vontade para que o time reaja nas oito partidas que lhe restam no Brasileiro.

“O momento é de concentração e classificação. Temos que pensar em cada jogo de uma vez e não na situação como um todo. O pensamento precisa estar focado agora no Goiás”, ressaltou o presidente cruzmaltino à Rádio Brasil.

O dirigente ainda evitou polemizar com as vaias que os zagueiros Jorge Luiz e Eduardo Luiz receberam após o clássico.

“A manifestação dos torcedores será sempre um direito deles, mas existe um treinador que ganha para escalar a equipe e quem vai definir se os atletas devem ou não jogar. Posso dizer porém que noventa por cento da torcida preferiu dar apoio ao time após o jogo de ontem (domingo)”, declarou.

Roberto Dinamite ainda aliviou a situação de Renato Gaúcho, que está há um mês no clube e ainda não conseguiu vencer.

“Não temos que fazer balanço neste momento, pois ainda faltam oito jogos para terminar a competição. Não temos que ficar procurando culpados agora, pois a responsabilidade pelo que vem acontecendo tem que ser dividida entre todos, jogadores, comissão técnica, dirigentes. A cobrança em relação aos atletas vai existir sempre, pois o Vasco é um clube ganhador e não pode ir para a segunda divisão”, afirmou Roberto.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo