iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/10 - 13:06

Luxa deve usar suspensos na 4ª e Denílson vira opção contra Flu
Diego Souza e Roque Júnior, expulsos no clássico, e Léo Lima, com o terceiro amarelo, devem atuar na Sul-Americana

 

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O empate por 2 a 2 com o São Paulo deixou o Palmeiras ainda mais próximo do líder Grêmio, mas também trouxe problemas a Vanderlei Luxemburgo para o próximo compromisso pelo Brasileiro. Diego Souza e Roque Júnior, expulsos no clássico, e Léo Lima, suspenso pelo terceiro amarelo, estão fora do confronto contra o Fluminense no sábado.

Além do trio, outro que pode ficar de fora no Maracanã é Kléber, que será julgado nesta segunda-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por uma cotovelada em Asprilla, do Figueirense. Diante dos ganchos, o técnico palmeirense já admite usar o quarteto nesta quarta-feira, quando pretendia escalar um time misto para enfrentar o Argentinos Juniors no Palestra Itália, duelo de ida pelas quartas-de-final da Sul-americana.

E quem pode ter benefícios com a lista de desfalques verdes no Brasileiro é um jogador que tem sido titular durante toda a competição continental. Decisivo no Choque-Rei desse domingo, com um passe para o primeiro gol do Verdão diante do Tricolor, Denílson tem entrado bem nos últimos jogos e é candidato nas vagas de Diego Souza ou Kléber, caso o atacante seja punido.

O experiente atleta, no entanto, procura não se empolgar antecipadamente. “A decisão é do Vanderlei. Venho correspondendo à expectativa do torcedor e do Wanderley, a principal pessoa que quero agradar. Se eu jogar de titular, ótimo. Se não, a ansiedade de entrar é a mesma”, garantiu o meia-atacante, assegurando que, seja quem for o escolhido, o Palmeiras estará forte para enfrentar o Fluminense.

“Quem entrar vai suprir as ausências à altura, porque o Palmeiras tem elenco. O Wanderley sempre frisou que não se pode dar importância só para 11 jogadores. A equipe que quer ser campeã brasileira precisa contar com todos, só com 11 é impossível vencer um campeonato tão longo”, analisou.

E Denílson tem se sentido ultimamente uma espécie de 12º jogador na equipe de Luxa. Antes de deixar André Dias no chão e rolar para Kléber descontar para o São Paulo, o camisa 19 já tinha sido destaque com uma assistência e um gol na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG há duas rodadas. Mesmo assim, prefere não se animar demais, nem mesmo com o constante coro das arquibancadas pedindo sua entrada.

“É difícil medir quanto eu ajudei, mas fico feliz de poder contribui com o Palmeiras. Volto a falar que é meu trabalho e minha obrigação me dedicar ao máximo independentemente do tempo de jogo que eu tiver. Fiz uma jogada individual que foi importante porque concluiu com gol e fez o Palmeiras voltar ao jogo e buscar o empate”, comemorou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo