iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/10 - 17:31

Craques da Academia respaldam trabalho de Luxemburgo no Verdão
Ex-volante Dudu e o ex-atacante César Maluco se mostram satisfeitos com o desempenho do time em 2008

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A campanha do Palmeiras no Campeonato Brasileiro ganhou o respaldo de alguns dos jogadores mais importantes da história do clube. Craques da Academia palmeirense na década de 70, o ex-volante Dudu e o ex-atacante César Maluco se mostram satisfeitos com o desempenho do time em 2008, creditando boa parte dos resultados conquistados ao retorno do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Otimista com a performance alviverde ao longo do ano, Dudu comemorou. “De um tempo pra cá, com a chegada do Vanderlei e de uma comissão técnica mais robusta, o Palmeiras está voltando a ser o Palmeiras de antes. Está novamente forte. E é assim que queremos ver o Palmeiras”, afirmou Dudu, ex-jogador do clube entre 1964 e 1975, em evento nesta segunda-feira em São Paulo.

Cabeludo e polêmico, César Maluco concordou com o ex-companheiro, com quem conquistou os títulos do Brasileirão de 1972 e 1973. “Acho que a avaliação é boa. Saímos vitoriosos do Campeonato Paulista. O Vanderlei não chegou nem há um ano de Palmeiras e já conseguiu um título. Agora, ao invés de contratar cinco jogadores para uma mesma posição, o clube contrata apenas dois – só que certos”, explicou.

A dupla também se mostrou afinada dos elogios específicos ao técnico do Verdão. O treinador chegou a ser questionado por parte da torcida palmeirense em sua reestréia no clube, em uma vitória sobre o Sertãozinho no Campeonato Paulista deste ano. E mesmo temendo por uma nova saída de Luxemburgo, que poderia tirar a voz de comando do elenco, Dudu e César Maluco torcem por uma postura mais firme da diretoria do time.

“O Vanderlei se consagrou como treinador e foi à seleção brasileira pelo Palmeiras. Acredito que, nessa volta, ele não vai deixar o Palmeiras no meio do campeonato. Mas ele faz falta em qualquer clube, e tudo que é bom, custa caro”, disse Maluco, admitindo que os altos salários do técnico podem acabar minando mais uma vez o relacionamento.

Na reestréia à frente do Verdão, em 17 de janeiro deste ano, Luxemburgo conseguiu a vitória por 3 a 1 sobre o Sertãozinho. No entanto, antes do jogo (realizado na Arena Barueri, já que o Parque Antártica estava em reformas), parte da torcida palmeirense presente ao estádio protestou contra a última passagem do treinador pelo clube – no caso, em 2002, quando Luxemburgo trocou o Palmeiras pelo Cruzeiro.

Rebaixado após a saída do então técnico, o Verdão acabou rebaixado – o que Dudu acredita que pode não acontecer quando Luxemburgo deixar o Palmeiras da próxima vez. “Os diretores e aqueles que permanecerem no clube precisarão trabalhar com aquilo que aprenderam, para não deixar acontecer de novo. Fomos pegos de calças curtas”, explicou o ex-volante.

César Maluco concorda, e dá crédito aos dirigentes da equipe. “A diretoria está tendo um comportamento ótimo. Os problemas fora de campo não estão afetando o desempenho dentro de campo”, afirmou o hoje conselheiro do Palmeiras.


Leia mais sobre: Palmeiras Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo