iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/10 - 19:51

Com a volta de Tcheco, Roth tem problemas para definir o Grêmio
Recuar o experiente meia para desempenhar a segunda função de meio-campo é possível, mas pouco provável

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O Grêmio tem a certeza do retorno de Tcheco na partida diante do Sport na quinta-feira. Porém, a dúvida que impera é quem sairá da equipe para a entrada do capitão gremista. O técnico Celso Roth tem até cinco possibilidades de mudanças para escalar o time que entrará em campo no Estádio Olímpico às 20h30 (Brasília).

A mais provável é a saída do ala esquerdo Hélder. Assim, o treinador promoveria a mudança de esquema com a entrada do 4-4-2, com o zagueiro Réver atuando como um falso lateral esquerdo. Essa formação foi testada durante os treinos da semana passada. Outra hipótese para a mudança no sistema é a simples tirada de um dos três defensores.

Recuar Tcheco para desempenhar a segunda função de meio-campo é possível, mas pouco provável, pois Rafael Carioca ou Willian Magrão ficariam no banco. Roth poderia, também, retirar Douglas Costa e colocar o camisa 10 tricolor. Porém, o jogador cobiçado por Manchester United e Real Madrid está bem e deve permanecer na equipe.

A última alternativa seria sacar um dos atacantes e adiantar Douglas, que é uma opção remota. São mistérios que o técnico deverá guardar bem nos treinos fechados de terça e quarta-feira.

Tcheco retorna ao time após ausência de três jogos, devido à suspensão. Nesse período foram duas vitórias e a derrota diante da Portuguesa no domingo. O resultado manteve o clube na liderança do Brasileirão e deixou o Tricolor com apenas um ponto de vantagem para Cruzeiro e Palmeiras.

“Temos quaro jogos em casa e quaro fora. Temos plenas chances de buscar os resultados. E eles não vão ganhar todas, também. Nossa moral a curto prazo está caída, mas teremos o aconchego da nossa torcida”, explicou Tcheco.


Leia mais sobre: Grêmio Tcheco



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo