iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/10 - 21:26

Botafogo visita o Estudiantes e prioriza a Sul-americana

Após se afastar do G-4, alvinegros se concentram na competição internacional para conquistar um título no ano

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A derrota para o Santos no Brasileirão fez a Copa Sul-americana virar uma prioridade no Botafogo e é considerada a única oportunidade de erguer uma taça em 2008. O próximo desafio por esta competição será nesta terça-feira, às 21horas (de Brasília), quando o Glorioso fará o confronto de ida das quartas-de-final contra o Estudiantes, no Estádio Ciudad de La Plata, na cidade argentina de La Plata.

Ney Franco, técnico do Botafogo, reconheceu que a derrota para o Santos aumentou demais a importância de um triunfo contra o Estudiantes, pois a Copa Sul-Americana está sendo bem valorizada pelos torcedores.

“Nem sempre o planejamento que é feito é cumprido com sucesso e agora as nossas chances no Campeonato Brasileiro ficaram bem reduzidas. Isso não quer dizer que vamos abandonar a competição, mas não dá para negar que a partir deste momento a Copa Sul-americana, que já era muito importante em General Severiano, passou a ser ainda mais valorizada. Estamos focados neste jogo contra o Estudiantes como se fosse o mais importante do ano para a nossa equipe”, afirmou o técnico do Botafogo.

O treinador promete que o estilo de jogo contra o Estudiantes será muito diferente do adotado em partidas que o Glorioso costuma fazer fora de casa no Campeonato Brasileiro.

“O regulamento exige que a gente tenha uma postura bem ofensiva na Argentina, pois os gols marcados na casa do adversário valem como critério de desempate. Marcar gols fora é dar um passo grande rumo à classificação, nem que seja em caso de derrota. Mas acho que se jogarmos de forma compacta e com velocidade poderemos deixar o estádio com os três pontos, mesmo respeitando muito o nosso adversário, que vem subindo muito de produção no Campeonato Argentino”, disse Ney Franco.

Os jogadores do Botafogo também consideram importante terem uma postura ofensiva. Eles pegaram como exemplo a fase anterior, quando o time carioca eliminou o América de Cali, da Colômbia.

“O jogo de volta contra o América de Cali, no Rio de Janeiro, foi muito tenso porque perdemos de um a zero na Colômbia e sabíamos que não poderíamos sofrer gols. Ganhamos por três a um, mas com enorme dificuldade. Não queremos que esse quadro se repita diante do Estudiantes, que será um rival ainda mais complicado”, disse o zagueiro Renato Silva.

Para esta partida, o time só será definido no vestiário minutos antes do confronto. Ney Franco tem problemas pois não poderá contar com seus dois principais homens de criação, os meias Lucio Flavio, com um estiramento muscular na coxa esquerda, e Carlos Alberto, que teve uma crise de apendicite. Com isso, Leandro Guerreiro e Zé Carlos devem ficar com as vagas no meio-de-campo. Em compensação o goleiro Castillo, recuperado de dores na coxa direita, reaparece no posto de Renan.

Pelo lado do Estudiantes, que nas fases anteriores eliminou os compatriotas Independiente e Arsenal, o técnico Leonardo Astrada vem priorizando a Copa Sul-americana, tanto que preservou alguns titulares na vitória de 2 a 0 sobre o o Gimnasia Jujuy, que levou o time ao sétimo lugar do Campeonato Argentino com 14 pontos.

“A Copa Sul-Americana é uma prioridade para a nossa equipe e por isso estamos concentrados neste jogo contra o Botafogo como se fosse o mais importante do ano. Gostaria muito de convocar os nossos torcedores a nos apoiarem, pois o Botafogo tem um bom time e será um duelo muito complicado”, disse Astrada. Para este jogo, a novidade será o retorno do meia Braña, recuperado de dores na coxa esquerda e que por isso acabou preservado contra o Gimnasia Jujuy. O treinador terá todos os atletas do elenco a sua disposição.

FICHA TÉCNICA
ESTUDIANTES-ARG X BOTAFOGO

Local: Estádio Ciudad de La Plata, em La Plata (Argentina)
Data: 21 de outubro de 2008 (Terça-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)
Assistentes: Emigdio Ruiz (Paraguai) e Nocolás Yegros (Paraguai)

ESTUDIANTES: Andújar, Angeleri, Alayes, Cellay e Juan Manuel Díaz; Enzo Pérez, Braña, Verón e Leandro Benítez; Gastón Fernández e Boselli
Técnico: Leonardo Astrada

BOTAFOGO: Castillo, Alessandro, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Leandro Guerreiro, Túlio, Diguinho e Zé Carlos; Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Ney Franco


Leia mais sobre: Botafogo Copa Sul-Americana



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo