iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 20:14

Flamengo vence clássico e afunda o Vasco

Jogo foi decidido aos 43 minutos do primeiro tempo quando, depois de uma jogada individual de Obina, Jorge Luiz marcou contra

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Mesmo atuando com dez jogadores desde os 20 minutos do segundo tempo, o Flamengo derrotou o Vasco por 1 a 0 em partida disputada na noite deste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. O único gol foi marcado pelo zagueiro Jorge Luiz, contra, aos 43 minutos do primeiro tempo.

A vitória, além de devolver a tranqüilidade ao clube rubro-negro, colocou o Flamengo outra vez na briga pelo G-4. O time da Gávea agora soma 52 pontos e ocupa a quinta colocação, um ponto a menos do que o São Paulo que é o quarto colocado. Já o time de São Januário segue na lanterna com 27 pontos ganhos e cada vez mais ameaçado de cair, pela primeira vez na sua história, para a segunda divisão.

Assista aos melhores lances da vitória do Fla sobre o Vasco

O resultado fez justiça ao Flamengo que mesmo sem realizar uma grande exibição foi sempre superior ao adversário, até mesmo quando ficou com dez jogadores por causa da expulsão do zagueiro Fábio Luciano. Já o Vasco mostrou os mesmos erros dos outros jogos com uma defesa insegura e um ataque ineficiente, que sentiu muito a falta do veterano Edmundo, suspenso.

Na próxima rodada, o Flamengo receberá o Coritiba no Maracanã enquanto o Vasco vai encarar o Goiás no Serra Dourada.

O jogo
O Flamengo começou a partida dando um grande susto na sua torcida. Assim que a bola rolou Toró deu um presente ao atacante Alan Kardec que só contido na entrada da área com uma falta que acabou não levando perigo ao gol de Bruno. O lance animou a equipe dirigida por Renato Gaúcho que passou a atacar com mais disposição enquanto o time rubro-negro errava muitos passes no meio-campo irritando a torcida e levando o técnico Caio Júnior ao desespero. O Flamengo só conseguiu chegar na área vascaína em cobrança de falta de Marcelinho Paraíba que passou perto da trave direita de Rafael.

A resposta do Vasco veio aos 12 minutos quando Jonilson levantou na área e Alan Kardec cabeceou nas mãos do goleiro Bruno. Dois minutos depois, Madson recebeu dentro da área, iludiu a dupla de zaga e bateu rasteiro para grande defesa do goleiro do Flamengo. O Vasco continuou mais bem armado em campo atraindo o adversário para seu campo e a partir daí, sair em velocidade em lançamentos para Alex Teixeira e Alan Kardec.

Aos 20 minutos foi a vez de Alex Teixeira concluir para outra boa defesa do goleiro rubro-negro, o melhor da sua equipe. Só a partir dos 30 minutos, com a maior movimentação dos laterais Leonardo Moura e Juan, o Flamengo passou a eqüilibrar e levar perigo ao gol de Rafael. Aos 31, Marcelinho arriscou de fora da área e assustou Rafael. O mesmo Marcelinho cobrou falta aos 34, levando grande perigo. Em bola parada, aos 36, Fernando ganhou dos zagueiros rubro-negros e cabeceou com grande perigo.

Aos 43 minutos, quando tudo indicava que o primeiro terminaria empatado sem gols, Jonilson errou um passe em sua intermediária, e Obina arrancou entre os zagueiros. Para evitar a conclusão do atacante, o zagueiro Jorge Luiz se esticou e tocou de bico e a bola acabou superando Rafael que saía para tentar fechar o ângulo e não pôde fazer a defesa.

Os dois times voltaram sem alterações e o Flamengo, bem mais organizado, marcava bem no meio-campo e atacava com perigo. Já o Vasco tentava partir para o tudo ou nada mas errava muitos passes nas proximidades da área adversária, impedindo que as jogadas tivessem seqüência. O time de Caio Júnior só não conseguia melhor resultado por causa dos erros de Ibson que voltou a ser vaiado pela torcida.

Renato colocou o lateral Wagner Diniz, depois de longa inatividade, e o meia Pedrinho numa tentativa de dar mais agressividade ao time. Já o técnico Caio Júnior trocou o inexpressivo Éverton pelo chileno Fierro. Aos 20 minutos, Fábio Lúciano que já tinha cartão amarelo, puxou Alan Kardek pela camisa e acabou expulso de campo. Para recompor a defesa, Caio Júnior tirou Marcelinho Paraíba e colocou Dininho. O Vasco aumentou a pressão e o goleiro Bruno fez grande defesa em cabeçada de Fernando, impedindo o gol de empate.

A partir dos 30 minutos, o Flamengo decidiu apenas defender o resultado e o Vasco, com o chileno Pinilla em campo, passou a apelar para as bolas altas fazendo com que o goleiro Bruno aparecesse com destaque, saindo bem em todos os cruzamentos e garantindo a importante vitória rubro-negra no clássico.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 1 FLAMENGO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 19 de outubro de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Dibert Pedrosa (Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Jorge Luiz, Wagner Diniz e Mateus(V): Fábio Luciano e Juan(F)
Cartão vermelho: Fábio Luciano (F)

Gol: FLAMENGO: Jorge Luiz (contra), aos 43 minutos do primeiro tempo

VASCO: Rafael; Jorge Luiz, Eduardo Luiz(Pinilla) e Fernando; Baiano(Wagner Diniz), Jonílson, Mateus(Pedrinho), Mádson e Valmir; Alex Teixeira e Alan Kardec
Técnico: Renato Gaúcho

FLAMENGO: Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton, Toró, Éverton(Fierro)e Ibson; Marcelinho Paraíba(Dininho) e Obina(Josiel)
Técnico: Caio Júnior


Leia mais sobre: Flamengo Portuguesa Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Denovo na briga
Rodada favoreceu ao Fla que agora está 4 pontos atrás do Grêmio e segue pensando em título

Topo