iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 15:54

Falcão: "Espanhóis vão pensar em mim na viagem de volta"
"Alvaro olhou para mim e disse que eu estava com medo, fugindo da partida. Nem o conheço. Eles devem ser muito frustrados. Devo incomodá-los muito", disse

EFE

RIO DE JANEIRO - Eleito o melhor jogador do Mundial de futsal, o ala Falcão disse que foi provocado pelos espanhóis durante a final de hoje, no Maracanãzinho.

O jogador do Malwee também falou sobre a possibilidade de ser submetido a uma cirurgia no joelho esquerdo. Esta seria a primeira operação de sua carreira.

"Não entendi a provocação do Alvaro após o gol de empate da Espanha no final do jogo", disse.

Minutos antes, Falcão deixara a partida sentindo uma lesão no joelho esquerdo.

"Alvaro olhou para mim e disse que eu estava com medo, fugindo da partida. Nem o conheço. Eles devem ser muito frustrados. Devo incomodá-los muito", disse.

"Nunca falei com Álvaro, não entendi porque eu havia sido o escolhido. Fiquei quieto naquela hora. Agora eles vão pegar o vôo às oito da noite pensando em mim. Falei isso após a partida e eles quiseram partir para a briga", disse.

Falcão também negou a acusação de alguns jogadores espanhóis, que disseram que o ala agrediu alguns adversários após a partida, dando socos e os chamando de "maus perdedores".

"Não aconteceu nada disso, não tem nada a ver. Mas no final eu comemorei muito, sim. Por isso, me virei na direção deles comemorando", explicou.

Já sobre os jogadores espanhóis que o chamaram de "artista de circo" após a final, o ala fez outro comentário bem-humorado.

"Os espanhóis devem ficar me acompanhando muito pela internet. Sou um artista de circo, sim. Mas um artista de circo duas vezes eleito melhor do mundo", disse.

Falcão, no entanto, pode ter sofrido uma lesão no ligamento do joelho esquerdo. Após uma dividida com o espanhol Kike, no meio-campo, o ala deixou a quadra mancando.

O jogador ainda tentou voltar duas vezes, mas não pôde continuar.

Nesse momento, Falcão chegou a esconder o rosto com uma toalha e começou a chorar.

"Tentei voltar duas vezes, mas o joelho não estava respondendo bem. Segundo o que o médico me falou, é quase certo que tenha ocorrido uma lesão no ligamento. Chorei, mas depois limpei o rosto. Vi que tinha que incentivar meus companheiros, só depois iria pensar na minha dor", afirmou.

O ala afirmou que se for preciso passar por cirurgia, encararia o fato com tranqüilidade.

"Nunca passei por cirurgia, mas se for preciso, faço tranqüilo. Agora tirei um peso de dez toneladas das minhas costas", disse.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo