iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 13:14

Com dois de Ronaldinho, Milan vence Sampdoria e confirma reação
Com os três pontos conquistados, o Milan chegou a 13 pontos, mesmo número de pontos dos vice-líderes do Campeonato Italiano

Gazeta Esportiva

MILÃO (Itália) - Foi apenas após a entrada de Kaká, no segundo tempo de jogo, que o Milan conseguiu impor sua força diante da Sampdoria, no San Siro, vencendo por 3 a 0 e confirmando a sua reação na tabela do Calcio.

Com a vitória, chegou o time milanês chegou aos 13 pontos, um a menos do que Udinese, Napoli e Catania. A Internazionale, também com 13, enfrenta a Roma ainda neste domingo e pode assumir a liderança isolada da competição nacional. Já a Sampdoria, derrotada, atravessa um momento ruim, e ainda não conseguiu vencer nesta temporada do Italiano, ficando com apenas quatro pontos e vai encerrar a 7ª rodada na zona de rebaixamento.

Com Kaká, poupado no primeiro tempo, no banco de reservas, o Milan pecava principalmente no setor de criação do meio-campo. Além disso, os milaneses encontravam dificuldades em furar a marcação da Sampdoria, fortíssima.

Antes dos dez minutos, a Sampdoria já havia chegado por duas vezes com perigo à meta de Abbiati, que teve que trabalhar para manter a igualdade no placar. Aos 20, Delvecchio deu uma bela puxada de pé direito e a bola passou raspando a trave direita do Milan, na melhor chance de gol do primeiro tempo.

Já na segunda etapa, Carlo Ancelotti viu que não era mais possível deixar Kaká no banco, e colocou o brasileiro no lugar de Alexandre Pato. Logo na sua primeira jogada, o meia, que concorre ao prêmio de melhor do mundo da France Football, receberia de cabeça e já levaria perigo ao clube rival.

Não seria graças à organização imposta pelo ex-sãopaulino no meio de campo, no entanto, que o Milan chegaria ao primeiro gol. O responsável por isso, na verdade, foi Lucchini, da Sampdoria, que cortou a bola com a mão dentro da área e, além de ser expulso, deu um pênalti para os milaneses. Na cobrança, aos nove minutos, Ronaldinho encheu o pé e enfiou a bola no canto direito baixo de Castellazzi, abrindo o placar. A bola ainda tocou o pé da trave antes de entrar.

Aos 20, seria novamente Ronaldinho quem ampliaria, agora em uma grande jogada de Kaká. Ronaldinho puxou contra-ataque pelo meio e tocou para Kaká na esquerda. O meia limpou o lance e devolve para o atacante brasileiro que, livre, tocou de pé esquerdo para fazer o segundo.

Já aos 45, quando tudo já parecia definido, o Milan marcaria o seu terceiro, quando Inzaghi entrou na área com a bola dominada, driblou o goleiro e tocou para o fundo das redes da Sampdoria.

Lazio perde jogo e chance de recuperar a ponta

Iniciando a rodada do Calcio na liderança, a Lazio perdeu a chance de retomar o topo após a vitória do Napoli sobre a Juventus, no último sábado. Neste domingo, o clube romano foi surpreendido pelo Bologna e foi derrotado por 3 a 1. Di Vaio, duas vezes, e Volpi, anotaram para a equipe rival, que chegou aos seis pontos e deixou a zona de rebaixamento. A Lazio, cujo gol foi marcado por Rocchi, permanece com 13 pontos.


Leia mais sobre: Milan Ronaldinho Gaúcho Kaká



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Deu um show
Ronaldinho Gaúcho roubou a cena da partida ao marcar dois dos três gols do Milan

Topo