iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/10 - 12:34

Clássico com Sport é crucial para sobrevivência do Timbu
Na luta contra o rebaixamento, o Náutico terá que superar seu maior rival na Ilha do Retiro

Gazeta Esportiva

RECIFE - Há quatro jogos sem vencer, o Náutico precisa de três pontos no ‘Clássico dos Clássicos’ contra o Sport, neste domingo, às 18h10 (de Brasília), na Ilha do Retiro, para respirar aliviado fora da zona do rebaixamento, ao menos por mais uma rodada. No entanto, para o técnico do Timbu, Roberto Fernandes, a urgência do resultado seria em grande parte exagerada pela imprensa, que exagera a situação de desespero da equipe.

Para a jogo do final de semana, Fernandes resolveu adotar o mistério. O treino da última sexta-feira foi realizado com os portões fechados, sem acesso para os jornalistas. Além disso, a escalação da equipe ainda não foi divulgada.

Tudo isso faria parte de uma iniciativa tomada por Fernandes para mostrar sua irritação com os meios de comunicação. “Vivo ouvindo de algumas pessoas da imprensa que o Náutico precisa vencer para sair da zona de rebaixamento. Vai secar pneu de trem, vai encher o saco de outro. O Náutico não está na zona de rebaixamento. Evidente que está numa posição que requer alerta, mas não no rebaixamento”, criticou Fernandes ao site pe360graus.

Para o comandante do Timbu, o empate já seria um bom resultado. 'Sempre deixo claro para os meus jogadores que quem entra para empatar acaba perdendo o jogo e por isso vamos em busca do resultado. Mas se empatar, estamos dentro da meta, pois ainda temos quatro jogos em casa', concluiu.

Mais alerta, o goleiro Eduardo sabe a importância do clássico na acirradíssima briga pela manutenção na elite do futebol brasileiro, que hoje envolve desde o 14º colocado Figueirense, com 33 pontos, até o lanterna Ipatinga, com 27.

“Acho que essa partida é um campeonato fora do campeonato. E como a gente não ganhou nenhuma vez o Sport esse ano, a cobrança está muito grande dos nossos torcedores. Principalmente pela proximidade da zona de rebaixamento. Temos que conseguir resultado para acalmar tudo”, destaca o goleiro.

Esse jogo pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro será apenas o 16º entre os rivais estaduais na história da competição. O Leão leva pequena vantagem no geral, com sete vitórias, três empates e cinco derrotas. A primeira partida válida pelo Brasileirão ocorreu em 1973, no empate em 0 a 0 no Arruda. Já a última ocorreu em julho de 2008, pelo primeiro turno: vitória do Sport por 2 a 0, no Estádio dos Aflitos.

Ao todo foram cinco jogos na Ilha do Retiro, com quatro vitórias para os mandantes. Em dez partidas com mando do Alvirrubro, o Náutico também venceu quatro vezes. Por quinze anos, de 1992 até 2007, não houve jogos, pois os dois não se encontraram na mesma divisão.

FICHA TÉCNICA
SPORT X NÁUTICO

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 19 de outubro de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Alicia Pena Jr. (MG)
Assistentes: Erich Bandeira e Luciano Coelho (ambos do PE)

SPORT: Magrão; Igor, César Lucena e Durval; Carlinhos Bala, Júnior Maranhão, Fumagalli, Kássio e Dutra; Ciro e Roger
Técnico: Nelsinho Baptista

NÁUTICO: André Sangalli; Titi, Adriano e Everaldo; Ruy, Hamilton, Derley, Reinaldo, William e Alessandro; Felipe
Técnico: Roberto Fernandes


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo