iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/10 - 20:27

Figueira erra muito no ataque e Ipatinga empata nos acréscimos

Tadeu abriu o placar para os catarinenses, mas, aos 48 minutos do segundo tempo, Pablo Escobar empatou

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - O Figueirense tinha tudo para vencer a primeira em casa sob o comando de Mário Sérgio. Debaixo de intensa chuva, a equipe vencia o Ipatinga por 1 a 0 até os 48 minutos do segundo tempo. Mas depois de desperdiçar muitas chances de ampliar, teve de amargar o 1 a 1 imposto por Pablo Escobar.

O gol assinalado pelo atacante reserva do time mineiro amargou o resultado que tranqüilizava a briga dos catarinenses para se afastar da zona de rebaixamento. O Alvinegro, que fez seu gol com Tadeu aos 11 minutos do primeiro tempo, termina o sábado em 14º lugar, com 34 pontos. Já o Tigre do Vale do Aço segue na lanterna, com 27.

O jogo
Apesar de não perder há três jogos, o Figueirense entrou em campo pressionado por vencer a primeira dentro de casa sob o comando de Mário Sérgio. Além disso, os três pontos seriam fundamentais para evitar que a zona de rebaixamento se aproximasse. A necessidade foi mostrada logo nos primeiros minutos, quando os catarinenses abusaram das faltas.

Apesar de nervosos, os donos da casa eram melhores que o Ipatinga. Em um campo encharcado, os alvinegros eram mais eficientes na difícil condução da bola entre as diversas poças d’água que tomaram o gramado no Orlando Scarpelli. Nestas condições, o placar quase foi aberto aos três minutos pelos mandantes quando Bruno Perone aproveitou falha do goleiro Fernando e cabeceou rente ao travessão.

Depois da chance desperdiçada, demorou pouco para a superioridade diante do lanterna ser mostrada no marcador. Aos 11 minutos, após cobrança de escanteio de Marquinhos na segunda trave, Gian cabeceou para a pequena área, Lima furou, mas Tadeu, sozinho tocou no canto para vencer os zagueiros em cima da linha e balançar as redes.

O gol não diminuiu o ímpeto da equipe de Mário Sérgio. Bem postado e em movimentação constante, o Figueira tinha as poças como principais adversárias, já que o Ipatinga não conseguiu construir jogadas e, quando chegava ao ataque, Kempes não conseguia assustar o goleiro Wilson.

Neste cenário, a vitória só não foi ampliada ainda no primeiro tempo porque Lima não estava com a pontaria calibrada. Depois de furar no lance do gol, o atacante emprestado pelo Corinthians perdeu duas ótimas chances de desencantar no clube catarinense. Aos 23, o centroavante chutou forte de fora da área e a bola passou rente à trave. Cinco minutos depois, errou a bola quando estava livre à frente da meta.

Apesar do mau desempenho do companheiro, os donos da casa continuavam bem. Com muita movimentação de Tadeu, Ramón e Marquinho, o Ipatinga não assustava. O único problema era a intensa chuva sobre Florianópolis que deixava o gramado sem condições de troca de passes. A alternativa eram os cruzamentos, vindos principalmente de Marquinho.

Como a zaga mineira cortava pelo alto, os catarinenses apostavam nas jogadas individuais. Em uma delas, Tadeu pediu pênalti, ignorado pela arbitragem. Em outra, o meio-campista Gomes protagonizou outra ótima chance desperdiçada, chutando para fora um passe de Bruno Santos. Pouco depois, Marquinho também errou o alvo após corta-luz de Rodrigo Fabri, e na seqüência Tadeu não alcançou passe.

Se o Figueirense errava muito no ataque, o Ipatinga mostrou eficiência em uma de suas poucas oportunidades na frente. Aproveitando passe errado de Rodrigo Fabri, Pablo Escobar, que havia acabado de entrar, dominou dentro da área e girou para bater fraco. Wilson não conseguiu segurar e a bola entrou mansa nas redes. Uma punição ao excesso de falhas dos catarinenses na frente.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 1 IPATINGA  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 18 do outubro de 2008, sábado
Horário: 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Assistentes: Katiuscia Mayer Mendonça (Fifa-ES) e Márcia Bezerra Caetano (RO)
Cartões amarelos: Ramón e Bruno Santos (Figueirense); Gian, Julio e Augusto Recife (Ipatinga)

Gols:
FIGUEIRENSE: Tadeu, aos 11 minutos do primeiro tempo
IPATINGA: Pablo Escobar, aos 48 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE: Wilson; Gomes, Bruno Perone, Asprilla; Diogo, Magal, Ramon (Jackson), Lima (Bruno Aguiar) e Marquinho; Tadeu e Bruno Santos (Rodrigo Fabri)
Técnico: Mário Sérgio

IPATINGA: Fernando; Márcio Gabriel (Pablo Escobar), Henrique, Gian e Bet0 (Luciano Mandi); Julio, Augusto Recife, Leandro Salino (Michel) e Xaves; Ferreira e Kempes
Técnico: Márcio Bittencourt


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo