iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/10 - 14:32

Presidente do São Paulo ironiza Palmeiras e diz que a Copa será no Morumbi
Juvenal participou do encontro com autoridades e dirigentes sobre a viabilização da Copa do Mundo de 2014 na capital paulista

Léo Morelli, repórter iG Esporte

SÃO PAULO - “O nosso estádio é copiado pelo mundo inteiro, todos ficam impressionados”. É com esse tom que o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, garantiu que o Morumbi será o palco da cidade de São Paulo no Mundial de 2014. E ainda brincou com a concorrência, a  nova Arena Palestra Itália, que será construída pelo Palmeiras.

"Vocês já devem imaginar porque o Della Mônica (presidente do Palmeiras) foi embora rapidinho e não atendeu a imprensa", sinalizou o dirigente.

"Na semana passada, recebemos a visita de arquitetos do escritório Herzog e de Meuron, da Suíça, que fez o Ninho de Pássaro da Olimpíada. Eles só fizeram elogios. Ficaram impressionados com as rampas do Morumbi, já que em outros estádios do Brasil e do mundo têm escadarias para chegar às arquibancadas", completou o cartola.

De acordo com Juvenal Juvêncio, o estádio são-paulino precisará de reformas internas e externas para atender as exigências da Fifa, mas outros aspectos favorecem a escolha do Morumbi.

"Para a Fifa, o Morumbi leva vantagem na hora do esvaziamento do público após a partida, 50% do tempo estimado na Alemanha. Temos acesso exclusivo ao vestiários, adaptaremos 5 mil lugares para imprensa com tranquilidade, teremos transporte de massa, o metrô vai chegar lá e ainda temos um hospital perto do estádio da mais alta qualidade hospitalar", explica Juvenal.

Sobre o estacionamento, principal exigência da Fifa em relação ao Morumbi, Juvenal Juvêncio disse que um novo aporte financeiro irá solucionar o problema."Estou negociando junto a iniciativa particular para se fazer alguma coisa de estacionamento naquele espaço vazio em frente ao estádio. Não terá dinheiro público, não terá dinheiro do São Paulo, será da iniciativa particular", disse.

O presidente do São Paulo aproveitou a oportunidade e revelou que duas "grandes" parcerias serão feitas pelo São Paulo e que irão impressionar torcedores e jornalistas.

"Devo assinar com a VISA nos próximos 15 dias um contrato que vai surpreender a todos. Será uma coisa muito importante para o Morumbi e para Copa 2014.  E também estou com negociações avançadas com a VIVO para atender outra exigência da Fifa, mas ainda não posso falar muito sobre isso”, disparou Juvenal.

Questionado se o negócio com a empresa de cartão de crédito seria algo semelhante com o que já existe no Palestra Itália, um setor reservado para os torcedores, Juvenal Juvêncio mais uma vez não desperdiçou a oportunidade de cutucar o rival do próximo domingo no Brasileirão.

"Não, não...Aquilo é muito pequeno. No São Paulo será um projeto grandioso, e eu preciso explicar com mapas, arquitetura etc.", comentou.

Perguntado se a greve da Polícia Civil, o confronto entre policiais ocorridos na última quinta-feira mancharia a imagem da capital paulista em relação a segurança da Copa de 2014, Juvenal foi enfático e fez uma comparação, no mínimo, engraçada.

"Não. Os Jogos Pan-Americanos já mostraram isso. Eu faço outro paralelo com a China. Até anos atrás todo mundo achava que a China comia criancinhas. Foi difícil a China mostras outra visão para o mundo. Come-se até macaco ou sei lá o que lá, são coisas regionais. Mas em 15 dias, através do esporte, eles mostraram um outro país, tudo devidamente correto e ajustado para a grandeza dos Jogos Olímpicos. O Brasil está progredindo, melhorando a distribuição de renda e temos que unir forças para tudo sair da melhor maneira possível", finalizou o presidente são-paulino.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Tudo pelo Morumbi
Presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, ironiza o Palmeiras e garante reformas no estádio

Topo