iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/10 - 18:27

Na Bahia, Timão tenta encerrar jejum em clima de revanche

Bahia foi o responsável pela primeira derrota do Corinthians na Série B, em pleno Pacaembu

Gazeta Esportiva

SALVADOR - Motivação é o que não falta para o Corinthians tentar encerrar neste sábado, contra o Bahia, em Feira de Santana, seu mais longo jejum de vitórias na Série B. Ainda tranqüilo na liderança, mesmo vindo de três empates seguidos, o time de Mano Menezes reencontra o rival que tirou a sua invencibilidade no torneio. E admite uma certa sede de vingança.

“É uma vontade própria do jogador, de todo homem. Eles derrotaram a gente em casa, diante da nossa torcida, quebraram nossa invencibilidade. Isso tudo mexeu com a gente, até tivemos alguns resultados ruins depois disso. Agora temos essa partida para tentar devolver aquela derrota”, afirmou o volante Elias, que retorna de suspensão e reforça o Timão.

A derrota que deixou marcas no elenco alvinegro aconteceu no dia 19 de julho, pela 12ª rodada da Segundona. Em um Pacaembu com mais de 33 mil corintianos, o Bahia surpreendeu os donos da casa com um gol logo no início do jogo, marcado por Elias, hoje no Fluminense, e resistiu à pressão, segurando o resultado de 1 a 0 até o final.

Além de quebrar a invencibilidade do adversário após 11 jogos no torneio, o triunfo ainda manteve o bom histórico recente do Tricolor ante o rival paulista. A última vitória do Timão aconteceu em 1997 (2 a 1, na Fonte Nova). De lá para cá, foram cinco derrotas e dois empates. Mais um motivo para o Timão tentar a qualquer custo a vitória neste sábado.

Além da volta de Elias, o técnico Mano Menezes fará outras alterações na equipe, que na última rodada só empatou por 2 a 2 com o Santo André no Pacaembu. O atacante Herrera é desfalque pela segunda vez seguida por conta de um problema muscular. Bebeto entra em seu lugar e o criticado Lulinha vai para a reserva.

Quem também ficará de fora do duelo em Feira de Santana é o lateral-esquerdo André Santos, que sentiu uma contusão na coxa. Wellington Saci será o seu substituto e mostra que também está com uma vontade “a mais” para o jogo. “A gente sabe que o Bahia tirou a nossa invencibilidade no Pacaembu e espero que possamos ganhar na casa deles também”, disse.

No Bahia, o jogo também é encarado como especial. A diretoria inflacionou os preços dos ingressos em até 200% e espera usar a renda da partida para pagar salários. Até esta sexta-feira, 11 mil entradas foram vendidas, restando cerca de 5 mil. A média de público do Tricolor em Feira de Santana é de pouco mais de 3500 torcedores.

“É um jogo especial, com todo o Brasil nos assistindo”, destacou o artilheiro Marcelo Ramos, que passou, sem sucesso, pelo Corinthians em 2004. Em relação ao time, 11º colocado da Série B, com 42 pontos, o técnico Ferdinando Teixeira terá o retorno do zagueiro Alison, que volta de lesão. O lateral Ávine escapou de punição no STJD e também vai para o jogo.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X CORINTHIANS

Local: Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana (BA)
Data: 18 de outubro de 2008, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistentes: Gelson Pimentel Rodrigues e Geraldo Pimentel Rodrigues (ambos do ES)

BAHIA: Darci; Luciano Baiano, Alison, Cléber Carioca, Rogério e Ávine; Fausto, Emérson Cris e Danilo Cruz; Paulo Roberto e Marcelo Ramos
Técnico: Ferdinando Teixeira

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro, Fábio Ferreira, William e Wellington Saci; Cristian, Elias, Morais e Douglas; Dentinho e Bebeto
Técnico: Mano Menezes


Leia mais sobre: Corinthians Série B Bahia

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias