iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/10 - 12:42

Batista se diz pronto para assumir a Argentina

“Diziam que eu tinha de dirigir uma Ferrari, que tinha de ter cuidado. Ao final se viu que não a bati", afirmou treinador

Gazeta Esportiva

BUENOS AIRES (Argentina) - Apontado pela imprensa local como favorito à vaga deixada por Alfio Basile, que pediu demissão nesta quinta-feira, o técnico Sergio Batista se sente preparado para o desafio de comandar a seleção principal da Argentina. "Eu me preparei e me sinto capacitado para dirigir a Seleção. Quando alguém é jogador sonha em jogar na Seleção e, quando é técnico, com dirigi-la. É claro que tenho vontade. Quem não tem?”, perguntou, em entrevista à TV argentina TyC Sports.

Batista está prestigiado após levar o país ao bicampeonato olímpico em Pequim. “Diziam que eu tinha de dirigir uma Ferrari, que tinha de ter cuidado. Ao final se viu que não a bati”, comemorou o treinador de 46 anos.

Para repetir o bom trabalho no time principal, o técnico conta com o sempre importante apoio de Diego Maradona. “Ter o apoio de Diego é sempre muito importante. Ele esteve conosco nos Jogos Olímpicos, sempre tem as portas abertas”, avisou.

A Argentina encerrou uma série de cinco rodadas sem vitórias nas Eliminatórias da Copa ao bater o Uruguai por 2 a 1 no sábado, mas, quatro dias depois, perdeu por 1 a 0 do Chile, forçando a saída de Basile. O resultado deixa o time na terceira posição, com 16 pontos, três a mais que os uruguaios, que estão em quinto e disputariam a repescagem.

Para o provável novo treinador da Argentina, porém a equipe certamente estará na África do Sul daqui menos de dois anos. “Não tenho dúvidas de que a seleção se classificará para a Copa do Mundo de 2010. O importante é o Mundial”, concluiu Batista.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias